Lançamentos Aleph 2016 – Clássicos

Oii, gente! Tudo bem? Hoje vou falar sobre a programação de lançamentos clássicos da Aleph para 2016, e usei como fonte um post bem completo que eles fizeram no blog deles. Muitos de vocês já podem ter lido, mas eu achei bacana mostrar aqui no House também para aqueles que não viram. 
Lembrando que isso é uma programação e as datas podem mudar, pois há muitas etapas para um livro chegar pronto e perfeito em nossas mãos e imprevistos acontecem, o que pode acarretar atrasos. Mas, conforme o ano vai passando, vamos divulgando as capas e sinopses oficiais destes títulos e as datas definidas também.
(Capa Oficial - Foto tirada do telão no evento)

Estranho Numa Terra Estranha - Robert A. Heinlein
Michael Valentine Smith é um ser humano criado em Marte, recém retornado ao planeta Terra. Pela primeira vez entre os de sua própria espécie, ele sente dificuldades em entender as estranhas convenções sociais e preconceitos da natureza humana.
> Uma releitura de O Livro da Selva, de Rudyard Kipling, com a diferença de que criança seria criada por marcianos no lugar de lobos. Heinlein usa a história de Valentine Michael Smith, um humano nascido e criado em Marte, para abordar temas como individualismo, libertarismo e o amor livre, além de questionar os preconceitos e a falsa moral da nossa sociedade.

Imperador Deus de Duna - Frank Herbert
Mais de 3.500 anos se passaram desde os eventos de Duna. Apenas uma conexão com esses tempos tumultuosos sobrevive: a grotesca figura de Leto Atreides, filho do profeta Paul Muad’dib, e agora o praticamente imortal Imperador Deus de Duna
Leto Atreides realizou o sacrifício final que seu pai não conseguiu realizar, abrir mão da sua humanidade para se tornar um híbrido de humano e verme da areia, e assim, se tornar o governante tirano e imortal de Duna. Mas o que se esconde por trás de sua tirania, e quais seriam as suas reais intenções? O livro aborda a natureza do despotismo e o conceito de um governo autoritário como meio para uma sociedade melhorada.
Martian Time-Slip - Philip K. Dick
A única coisa mais importante que a água na árida colônia de Marte pode ser um garoto esquizofrênico de dez anos de idade chamado Manfred Steiner. O líder do Sindicato dos Trabalhadores da Água, Arnie Kott, suspeita que a doença de Steiner seja um janela para o futuro, e pretende usá-lo para os seus próprios fins.
> Aborda a paranoia, esquizofrenia, além de outros temas como racismo, vida familiar, ganância, autismo, e os mistérios do ser e do tempo. O autor apresenta a vida social, política e econômica de uma colônia terrestre em Marte com ecos dos processos de colonização da nossa própria história.
Pebble in the Sky - Império Galáctico #01 - Isaac Asimov
Em um instante Joseph Schwartz é um feliz alfaiate aposentado em Chicago, 1949. No seguinte, ele é um forasteiro desamparado no apogeu do primeiro Império Galáctico, centenas de milhares de anos no futuro. Incapaz de se comunicar, ele acaba se tornando cobaia de um experimento científico que lhe confere estranhos poderes, enquanto descobre o terrível futuro que aguarda o planeta Terra.
> Este é o primeiro livro de Isaac Asimov e faz parte da Trilogia do Império Galáctico junto com “The Stars Like Dust” e “The Currents of Space”, apesar de todos poderem ser lidos de forma independente. A Aleph pretende publicar os outros dois títulos da trilogia em um futuro breve.

Robôs e o Império - Robôs #04 - Isaac Asimov
Muito tempo depois de sua humilhante derrota nas mãos do detetive Elijah Bailey, Keldon Amadiro inicia um plano para destruir o planeta Terra. No entanto, mesmo após a sua morte, os ideais de Bailey continuam a guiar o seu parceiro robô R. Daneel Olivaw.
> A trama de “Robôs e o Império” acontece quase 200 anos após o seu antecessor, “Robôs da Alvorada”, e acompanha o robô R. Daneel Olivaw, ex-parceiro de Elijah Bailey, o protagonista dos outros três livros da série. Daneel mais uma vez precisa impedir o roboticista Kelden Amadiro e uma ameaça que pode destruir o planeta Terra.
A Fall of Moondust - Arthur C. Clarke
Quando um acidente afunda um cruzador turístico em um mar de poeira lunar, o capitão Pat Harris e sua comissária Sue Wilkins terão que fazer de tudo para manter os passageiros em segurança, enquanto cientistas de Terra e da Lua tentam desesperadamente encontrá-los.
> Mistura perfeita entre thriller de sobrevivência e ficção científica hard. A trama contém altas doses de tensão e drama psicológico, assim como as teorias e hipóteses científicas tão presentes nas obras do autor.
Os Despossuídos - Ursula K. Le Guin
Shevek é um brilhante físico em busca de respostas, questionando o inquestionável, e tentando derrubar as barreiras do ódio que separam o seu planeta do resto do universo. Para isso ele terá que viajar até o planeta Urras e desafiar as complexas estruturas da vida e do viver. As duas civilizações têm um passado em comum, mas governos totalmente diferentes. Enquanto Anarres vive em um anarco-comunismo, Urras é essencialmente capitalista e, por sua vez, cada um acredita que seu modelo é o ideal. Os outros cientistas de Urras fazem de tudo para subverter Shevek, mas ele tem outros planos.
> “Os Despossuídos” é uma história de ficção científica utópica ambientada no mesmo universo de “A Mão Esquerda da Escuridão”, da mesma autora. Ganhador de prêmios como o Nebula, Locus e Hugo, aborda temas como anarquismo, capitalismo, individualismo, coletivismo, sociedades revolucionárias, e a linguagem como moldadora do pensamento e da cultura de um povo.
> Apesar de ser o quinto livro publicado no Ciclo Hainish, é o primeiro na ordem cronológica dos acontecimentos, embora a própria autora advogue que não exista uma ordem correta de leitura.

Cama de Gato - Kurt Vonnegut
Dr. Felix Hoenikker, um dos ‘pais’ da bomba atômica, deixou um legado mortal para o mundo. Ele é o inventor do ‘gelo-nove’, uma substância química letal capaz de congelar todo o planeta. A busca por essa substância nos leva aos três excêntricos filhos de Hoenikker, a um ditador louco no Caribe, e à loucura.
> Sátira à Guerra Fria e a triste capacidade do ser humano de descobrir usos destrutivos para tecnologias que deveriam ser usadas para melhorar as suas vidas.
The Forever War - The Forever War #01 - Joe Haldeman
O recruta William Mandella deseja apenas cumprir os seus deveres, sobreviver a guerra contra os Taurans e voltar para casa. No entanto, essa ‘casa’ pode ser ainda mais assustadora do que as batalhas, já que, graças a dilatação do tempo causada pela viagem espacial, enquanto na Terra passaram-se séculos, para Mandella foram só alguns meses.
> Ficção científica militar que desmistifica vários clichês do soldado herói e pinta um quadro mais vívido da guerra e das suas consequências. O autor utilizou toda a sua experiência como combatente na Guerra do Vietnã para trazer um relato fiel dos combates e das dificuldades de um soldado em se reinserir na sociedade.
> Ganhou os três maiores prêmios da literatura fantástica: Locus, Nebula e Hugo.
> “The Forever War” é o primeiro livro da série, embora o volume seguinte, “Forever Peace”, não seja uma continuação propriamente dita. O terceiro, “Forever Free”, no entanto, é uma continuação direta do primeiro.
Solaris - Stanislaw Lem
Kris Kelvin viaja ao planeta Solaris para estudar o oceano que cobre toda a sua superfície. O que ele não sabe é que o próprio oceano, através de suas culpas e memórias mais secretas, também os estuda.
> Stanislaw Lem explora os limites da alteridade com essa verdadeira aula de filosofia em forma de romance de ficção científica. A temática do contato entre os humanos e outras raças alienígenas sempre foi muito utilizada no gênero, mas Lem, no entanto, leva isso a um outro nível quando introduz o oceano de Solaris, um ser tão alienígena, tão incompreensível para nossa consciência humana, que qualquer resposta nunca será totalmente compreendida, principalmente aquelas que causam tanta dor e sofrimento.
> “Solaris” já foi adaptado três vezes para o cinema.
> A edição nacional será traduzida direto do original em polonês.
(Capa Oficial - Foto tirada do telão no evento)
Nós - Yevgeny Zamyatin
No Estado Único do grande Benfeitor não existem indivíduos, apenas números. A vida é um processo constante de precisão matemática. As paixões e os instintos foram subjugados. A própria natureza foi banida para além da Muralha Verde. 
> “Nós” foi escrito baseado nas experiências de Zamyatin nas duas grandes revoluções russas, em 1905 e 1917, e descreve uma sociedade totalitária, praticamente prevendo as mudanças políticas que tomariam lugar no país natal do autor com a ascensão de Stálin ao poder.
>> Para conferir o post da Editora na íntegra, CLIQUE AQUI.


Comente com o Facebook:

3 comentários:

  1. A editora Aleph é uma editora que esta crescendo muito no meu conceito, Acho as capas dos livros, as edições tudo muito bem trabalhado, eu gosto muito de livros que além do conteúdo ser bom ser uma capa chamativa, a Aleph aposta muito nisso, nessas capas sem contar que está relançando clássicos né, eu ganhei o livro O planeta dos macacos, ainda não li, mas já está na minha lista *-*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esqueci de deixar meu e-mail:
      douglas_bouvier@yahoo.com.br

      Excluir
  2. Olha, considero um pouco excêntricos esses livros. Talvez porque não é um tipo de leitura que me atrai e que eu devoraria com gosto e prazer.
    Mas, são temas bem interessantes do ponto de vista sociológicos e bem atuais. Talvez Solaris, A Fall of Moondust e The Forever War sejam livros que eu goste de ler, tratando de temasum pouco mais aceitáveis pra mim.
    jaque_borchardt@hotmail.com

    ResponderExcluir