A Profecia do Pássaro de Fogo - Trilogia Echo #01 - Melissa Grey

Já perdi as contas de quantos livros me decido por ler, e quando finalmente os pego para ler me esqueço totalmente do que se trata. Normalmente tudo que sei é que é uma fantasia, mas não muito mais. Foi assim com A Profecia do Pássaro de Fogo (#01 Trilogia Echo), da autora Melissa Grey, publicado pelo selo Seguinte. Li a sinopse uma vez, armazenei a capa como quero ler e pronto, como é um livro pouco comentado fui lê-lo as cegas.

Echo é uma adolescente que fugiu de casa e foi criada entre os Avicen, e desde então os têm como sua única família. Ladra por natureza ela estava em mais um dia de roubou, e tudo corria bem até que sua guardiã descobre que o presente que ganhou da protegida não é apenas uma caixinha de música. A partir de uma migalha de pão pede para que Echo comece uma jornada em busca do pássaro de fogo, uma entidade capaz de trazer paz entre os Avicen e os Drakharin. Entretanto a corrida é contra o tempo já que os Drakharin também estão nesta busca, será que Echo, uma humana conseguirá realizar a profecia?

Grey criou uma estrutura de mundo pautada em uma realismo fantástico, ou seja, entre o mundo que conhecemos existem diversas criaturas fantásticas, no caso duas delas têm destaque os Avicen- mistura de humanos com pássaros, e os Drakharin- mistura de humanos com dragões. Isso é original em sua estória, visto que até então eu nunca tinha visto tais referências. A guerra entre elas talvez não seja um destaque, especialmente o fato de a guerra se perder no tempo e sentido. Como sempre que me apresentam novos universos eu tenho necessidade de saber sobre suas origens e costumes, neste sentido Grey não aprofundou, tudo que fez foram leves introduções, assim como quem talvez seriam outras criaturas deste universo (ela só comenta de feiticeiros).

A narrativa é rápida e desperta curiosidade, ainda mais por transitar em diversas partes do mundo, como New York, Kyoto, Estrasburgo e a Floresta Negra. E Echo por viver em uma biblioteca e ser leitora ávida tem a estranha mania de em seus pensamentos citar palavras de diversas línguas para definir seu momento, estranho mais interessante.

Echo deixou para trás um passado de maus tratos para viver sua vida sozinha. Quando esbarrou em Ala quando era ainda uma criança não fazia ideia do mundo subterrâneo que iria entrar. Crescida ela passa a praticar um pouco de magia para efetuar seus roubos, e se diverte fazendo isso. Como sempre é bem sucedida tem um confiança em si um pouco exagerada, e logo uma língua que chega antes dela. Agora quando se trata de relacionamentos ela é menos segura, especialmente com o namorado Rowan.

Ala é uma criatura que pouco fala, e quando fala é através de enigmas. Sabemos que ela é muito antiga, logo sábia. Ela parece saber com antecedência tudo o que vai acontecer, mesmo assim não percebeu o destino que estava diante de seus olhos. Criou Echo, e a tem como uma filha. Ivy, é a melhor amiga de Echo, uma aprendiz de curandeira divertida e simpática. Se envolve sem querer na aventura da amiga, e mostra-se uma pessoa capaz de perdoar o que poucos perdoariam.

Do lado dos Drakharin, temos o príncipe dragão, Caius, um individuo de índole duvidosa, já que seu passado é marcado pelas guerras e o sangue dos que matou. Parece estar cansado deste guerra que não levou seu povo a nada, por isso também parte em busca do pássaro. Quando cruza com Echo seu universo sofre um forte abalo. Seu guarda costas, Dorian deve sua vida ao príncipe, e é capaz de contrariar a si mesmo pelo que seu príncipe decidir. Sua fidelidade custa seu amor próprio.



À Procura de Alguém - Searching For #01 - Jennifer Probst

Kate é uma jovem bem-sucedida que acredita no amor e deseja alguém ao seu lado para compartilhar a vida. Mas, aos 28 anos, ainda não encontrou essa pessoa, mesmo que seja ótima em encontrar pares para os outros e, inclusive, tenha feito uma carreira na área ao abrir uma agência de relacionamentos de sucesso com as amigas em Verily, Nova York. Além de ser ótima em sua vocação de cupido profissional na Kinnections, ela ainda tem um dom incrível que foi passado por gerações: ao encostar em duas pessoas, Kate sabe se elas são almas gêmeas, ou, pelo menos, se são incompatíveis.
Já Slade Montgomery não poderia acreditar menos no amor. Com uma carreira de sucesso como advogado de divórcios, ele acredita que este sentimento não exista de verdade e que a grande maioria dos casamentos (se não todos) acaba em divórcio. Quando sua irmã decide se inscrever na agência Kinnections para encontrar alguém especial, ele fica preocupado e irritado. Afinal, somente Slade pôde ajudá-la a enfrentar alguns momentos terríveis na vida da irmã por causa de relacionamentos fracassados, que poderiam ter terminado em uma tragédia irreversível.
Para protegê-la novamente, Slade vai até a agência que Kate é dona e bate de frente com ela, dizendo tudo o que pensa de seu trabalho, de empresa e do quanto ele as acha espertas por fazerem um serviço mentiroso com uma promessa que não pode ser cumprida, fazendo com que pessoas ingênuas caiam nessa cilada facilmente. Então, depois de um papo intrigante, os dois decidem fechar um acordo: Slade quer virar um cliente e encontrar a mulher ideal para ele, e está disposto a aceitar os serviços que elas fazem na agência e, assim, ele não as processa. Se tudo der certo no final, ele, inclusive, vai indicar a empresa para muitas pessoas.
Como Kate quer e precisa mostrar para ele que seu serviço é sério, assim como a Kinnections, ela decide aceitar. E não vai medir esforços para provar tudo isso a Slade. Só que, no meio do caminho, ela começa a perceber que talvez a mulher certa para ele seja si própria, o problema é que eles são opostos e ela também tem dificuldades em aceitar essa verdade. Por mais que o dom dela diga que eles são feitos um para o outro, Kate tem certeza de que pode provar o contrário. Mas será que vai conseguir?
Quando vi este livro pela primeira vez, não me interessei muito por conta da capa, que, vamos combinar, é bem feia. Mas, como era uma publicação da Editora Paralela, que é uma editora que eu gosto bastante e lança diversos títulos que adoro, resolvi que deveria ler a sinopse para descobrir do que se tratava. E fiquei muito empolgada pela leitura! Depois acabei vendo algumas pessoas comentando o quão maravilhosa era essa história, então decidi que deveria pegá-la para ler o quanto antes. E foi o que fiz, com minhas expectativas lá no alto.
Depois de terminada a leitura, posso afirmar que a adorei e a indico para todos que curtem romances eróticos, porém, minhas expectativas infelizmente não foram alcançadas porque não curti alguns pontos, que me fizeram tirar uma casinha da nota de avaliação final. Mas, mesmo não amando, é um dos títulos do gênero que li até hoje que mais curti, e acho que vale a pena ser lido.
Gostei muito da ideia do enredo, que mistura um pouco de magia num romance contemporâneo, e traz dois protagonistas, um advogado de divórcio e uma dona de agência de relacionamentos, com personalidades opostas, já que ela acredita completamente na existência de almas gêmeas e no poder do amor, enquanto ele acha que tudo isso não passa de uma ilusão movida a hormônios. E podemos acompanhar esses dois se envolvendo num jogo de gato e rato empolgante, que nos faz suspirar com facilidade e desejar por um final feliz.
A escrita da autora é bem gostosa e envolvente, daquele tipo que nos prende com facilidade, mesmo que a gente já saiba que vai ter vários clichês pelo caminho, porque ficamos ávidos para saber o que vai acontecer a cada virada de página, e quando os protagonistas vão deixar a teimosia de lado para ficarem logo juntos. E a jornada até isso acontecer é uma delícia de acompanhar.


O Lar da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares - O Lar da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares #01 – Ransom Riggs

Eu sempre quis ler essa série, pois vários amigos meus me indicaram, falando que eu iria gostar bastante, já que se trata de uma história bem peculiar, com magia, ação, mistérios, etc. Então, assim que me foi possível, resolvi começar esta leitura, e agora venho compartilhar com vocês o que achei deste volume que deu origem ao filme homônimo, dirigido por ninguém menos que Tim Burton.
Em “O Lar da Srta. Peregrine Para Crianças Peculiares”, conhecemos a história de Jacob, um menino de apenas dezesseis anos, que durante toda a sua infância escutou histórias do seu avô, um veterano de guerra, sobre um lar peculiar onde viviam crianças com dons especiais. Quando nosso protagonista cresceu, passou a não acreditar muito na veracidade das histórias contadas para ele. Porém, quando seu avô é assassinado e ele acaba vendo um monstro na mata, onde o corpo do mesmo estava, nosso protagonista acaba por acreditar que tudo aquilo que o vovô contou tivesse um fundo de verdade.
Agora, Jacob entra em uma grande aventura, seguindo as pistas deixadas pelo seu avô sobre esse local mágico, indo até o País de Gales para investigar o que era de verdade nas histórias que ouviu. Chegando lá, ele encontra várias fotografias que fazem-no acreditar no que lhe foi contado. E, o mais estranho de tudo, é que ele acaba encontrando uma menina que é capaz de produzir uma bola de fogo com as mãos e com a mesma aparência de sessenta anos atrás. Agora, nosso protagonista é levado para o Lar da Srta. Peregrine, onde tudo acontece.
O livro é cheio de fotografias que completam a história. Elas são bem peculiares e em preto e branco, fazendo com que pareçam até mesmo assustadoras. As fotografias são reais, algumas foram um pouco modificadas para completarem a história, mas são fotos que existiram mesmo. No final do volume encontramos uma relação das fotos com as pessoas que as doaram.
A narrativa é rápida e fluida, e em todo os momentos encontramos novos acontecimentos, que fazem a trama ficar ainda mais gostosa. Com muita ação e mistério, esse volume consegue nos conquistar do início ao fim com personagens incríveis e um pano de fundo surpreendente. Foi muito gostoso poder desvendar todos os mistérios com Jacob e acompanhar as suas aventuras.
O mais legal é que esse livro é super envolvente e consegue misturar ação, aventura e até mesmo uma pitada de romance, sendo ótimo para todos os públicos. Essa obra me fascinou em todos os momentos, não só pela história, mas também pelos personagens que foram muito bem descritos, nos conquistando com suas personalidades e seus jeitos de ser, e nos cativando em todas as ocasiões, fazendo com que a gente torça por todos eles.


Lançamentos de Janeiro da Harlequin


Oii, gente! Hoje é dia de falar sobre os lançamentos do mês da Harlequin! Tem muita coisa ótima vindo aí, e confesso que foi um pouco difícil escolher qual eu mais queria. Porém, já fiquei empolgada com “Passos Para o Futuro”, de Sherryl Woods, último volume da série “Rose Cottage Sisters”, que estou acompanhando. E vocês, curtiram quais?

Passos Para o Futuro - Rose Cottage Sisters #04 - Sherryl Woods
Um amor inesquecível?
As irmãs de Jo D’Angelo acham que conhecem o remédio perfeito para curar seu coração partido: alguns dias relaxantes no idílico chalé que pertencera a sua avó. Contudo, para ela, Rose Cottage é apenas uma lembrança dolorosa do romance que tivera com Pete Catlett, anos atrás. Ele mal pôde acreditar quando descobriu que Jo estava de volta à cidade, mas teve a ligeira impressão de que era a última pessoa que ela queria encontrar batendo a sua porta. Pete jurou recuperar a confiança de Jo e ganhar seu perdão. E, quem sabe, conquistar novamente a mulher que jamais conseguiu esquecer.
Paixões Destemidas – Annie West, Andie Brock & Susanna Carr
Corações Independentes - Annie West
Imogen Holgate acredita estar com a mesma doença terminal que levou sua mãe. Então, decide gastar todas as suas economias em uma viagem ao redor do mundo. E ao conhecer o sensual Thierry Girard, ela não hesita em se entregar a esse sensual parisiense. Porém, o romance de duas semanas resulta em uma gravidez inesperada. E Thierry acaba de pedi-la em casamento!
Caminhos Para o Perdão - Andie Brock
Orlando Cassano adora sua vida de solteiro. Ele trabalha duro e se rende ao prazer sempre que deseja. Até sua amante, a CEO Isobel Spicer, revelar estar grávida! Orlando pode não ter tido uma figura paterna em sua vida, mas estará presente na vida do filho. Contudo, para convencer a independente Isobel a subir ao altar, ele precisará usar muito mais do que seu poder de sedução…
Sentimentos Proibidos - Susanna Carr
Stergios não via Jodie Little desde a noite em que cederam à atração proibida que sentiam. Mas agora ela está de volta,querendo consertar os erros do passado. Jodie não tinha a intenção de se envolver com ele outra vez. Porém, logo percebem que seria impossível resistir a essa paixão. Uma última noite deveria ser suficiente para saciarem o desejo. Contudo, ao ir embora, Jodie carrega muito mais do que apenas lembranças escaldantes…

Falsas Imagens – Dani Collins & Julia James
 Melodia do Coração - Julia James
Sedução implacável!
Bastiaan Karavalas adora o jogo de sedução, e seu alvo da vez é a hipnotizante Sarah Fareham. Pena que seus esforços não serão apenas por prazer… ela é uma ameaça a sua família que deve ser impedida a todo custo! A doce Sarah sonha em ser cantora de ópera, mas precisa sustentar-se trabalhando em uma boate. Por isso, esconde suas inibições por trás da personagem Sabine, que acaba se tornando seu único escudo ao ataque sensual de Bastiaan. Porém, ninguém consegue resistir a esse poderoso magnata por muito tempo. Será que a fachada dura de Sarah é suficiente para proteger seu coração?
Romance de Fachada - Dani Collins
Um romance conveniente!
Gwyn Ellis se meteu em uma grande confusão! Fotos indecorosas dela foram publicadas na internet, ameaçando seu adorado trabalho na Donatelli International. Ninguém quis ouvi-la explicar que fora uma armação, a não ser seu chefe, o sensual Vittorio Donatelli. Ele está disposto a tudo para proteger o império de sua família de um escândalo. E se precisar transformar a bela Gwyn em sua amante para combater os rumores maliciosos, Vittorio o fará… e com muito prazer!


Como Eu Era Antes de Você - Jojo Moyes

Foram muitos meses seguidos lendo resenhas de leitores encantados com Como Eu Era Antes de Você, da autora Jojo Moyes, publicado pela editora Intrínseca. Foram meses de 'depois vou dar uma chance de me debulhar em lágrimas, mesmo sabendo que o livro não fazia meu tipo'. Até que o ano de 2017 começou e eu resolvi que ele iria ser o primeiro livro, porque eu estava preparada para ele, mas claro eu não estava!

Louisa Clark é uma jovem que se vê sem emprego quando de repente o café em que trabalha fecha. Ela ainda não tem objetivos e nem grandes ambições em sua vida, tudo que ela precisa é ganhar seu dinheiro para ajudar os pais em casa. Com poucas qualificações Lou se vê na obrigação de aceitar um emprego inusitado, ser cuidadora de um tetraplégico, Will. O emprego não parecia trazer grandes dificuldades além de cuidados básicos com este homem rico, inteligente e de um humor ácido, mas nem tudo é o que parece, e Lou vai descobrir que ela mais do que cuidar de Will terá que velar por ele e lutar por sua vida!

De tantas resenhas, vídeos e comentários que eu vi a respeito do livro eu já sabia o que aconteceria com um dos protagonistas, mas mesmo assim Moyes conseguiu com sua narrativa em primeira pessoa me tragar para estória de tal forma que eu torci até o último segundo pela vitória de Lou em sua missão. Eu sofri com ela por cada queda, cada perda e esperança frustrada. Eu senti de forma muito real o sofrimento de Will em suas limitações e o peso de sua escolha para sua família.

Will era um homem muito ativo e conectado com o mundo, alias o mundo era seu quintal, ele viajava para os lugares mais remotos para praticar esportes e conhecer paisagens inusitadas. Ao se ver em uma cadeira de rodas e depender das pessoas para tudo, ele viu sua própria alma morrer, seu propósito de vida deixou de existir! Ouvindo isso algumas pessoas talvez tenham referências de pessoas que estão neste estado, e estão assim muitos anos e vivendo bem dentro destas limitações (Mara Gabrilli no Brasil é uma, sempre digo que ela é a tetra mais ativa que os sem deficiência, e o músico Jason Becker, que humilha pela sua capacidade de se comunicar e compor com os olhos!), mas Moyes detalhou cada um de seus percalços no dia a dia, e penso que de fato é muito insano viver assim, e admiro mais ainda quem consegue viver assim e ser uma pessoa de bem com a vida!

Lou é uma adolescente em corpo de mulher. Embora ela faça o que é esperado para idade como namorar, trabalhar e ser responsável, ela parou lá atrás em um trauma de sua adolescência que a fechou para o mundo de descobertas. Ela não fazia nada que saia de sua zona de conforto e rede de proteção. Vê-la mudando com Will é muito gratificante. Uma mudança gradual, consciente e acompanhada com amor. Sua dedicação com Will é muito sincera e visceral, e só de me lembrar o quanto de esforço ela dedicou a ele me dói o coração!

O livro é assim, um drama que faz chorar e refletir, e pega de jeito qualquer um que tenha coração e empatia. Mas a autora foi muito feliz em colocar um lado leve na trama com a família de Louisa que é a típica família maluquinha! Sua mãe é viciada em limpeza, o pai não perde a oportunidade de tirar sarro da filha e a irmã é  a inteligente da família, é quem também ajuda mais a sua irmã. Os diálogos na casa de Lou são muito refrescantes e equilibram um pouco da densidade das cenas com Will.