O que Importa é o Amor – Marcelo Cezar

Começar a ler um livro escrito por Marcelo Cezar sempre me faz crescer e acreditar ainda mais na espiritualidade. Me faz ver como a vida é, o aqui e o agora, e que tudo o que fazemos está ligado ao nosso espírito. Nossas alegrias e tristezas interferem em nós mesmos. Com isso, crescemos ou estagnamos. O livro quis nos mostrar que não devemos passar a vida inteira sendo pessimista, Deus nos faz a sua imagem e semelhança. Todos temos o direito de sermos felizes ou tentarmos ser, esquecer tantas amarguras para melhorar nossas vidas, nossa autoestima.
Em seu último lançamento, “O que Importa é o Amor”, conhecemos a história de uma jovem que luta para que ninguém saiba sua opção sexual, seu nome, Magnólia. Ela, que é melhor amiga e completamente oposto de Isabel, desde sempre fora negativa, pessimista, vivia sempre mal humorada.
Conhecemos o casal, Isabel e Paulo, amigos de Magnólia, que desde muito cedo se conheciam e se queriam muito bem. Tinham um amor muito bonito, que durou por toda a vida. São tidas como sendo almas gêmeas, aquelas que sempre se amaram e continuam se amando para sempre.


E não posso deixar de mencionar o tio de Magnólia, que com a morte de seus pais a criou. Homem bom, que vivia na lembrança do passado, mas muito rigoroso. Com o passar das páginas vamos entender melhor o porquê do entrelace nas nossas vidas com as pessoas das quais vivemos no corpo carnal e no plano espiritual. Dessa história surge outra dentro do contexto. Famílias que surgem com base no desenrolar da trama e tornam a se envolver no aqui e agora, com reflexo de muitos atos ocorridos em outras vidas.


Magnólia guardou um segredo por muitos anos, até então assumir sua homossexualidade, o que era muito difícil para ela devido a forma como foi criada. Para esconder o que sentia, namorou um rapaz chamado Jonas, não adiantou, se separou dele. Ele era bandidinho, sempre vivia preso, e numa dessas fugiu, a dopou e fez um filho nela. Mais sofrimento, só que sua negatividade sempre foi tanta que você pode imaginar inúmeras coisas que acabam acontecendo com ela. Magnólia conheceu Gina, uma taxista, e primeiro escondeu o que sentia, não queria admitir até que passou a morar com ela e a ajudou a criar seu filho.


Gina é uma alma extremamente bondosa e evoluída, e foi de grande importância na vida da protagonista, principalmente porque fazia de tudo para ajudar Magnólia no seu crescimento pessoal, para que ela deixasse de lado toda a negatividade que a rodeava e se tornasse uma pessoa melhor.


Se fosse contar tudo o que se passa no livro, seria spoiler, por isso me foquei mais em Magnólia e sua trajetória. Posso afirmar que o leitor vai encontrar passagens muito bonitas, principalmente sobre o amor e outras de como entender o porquê de contrair certas negatividades, entendendo os sinais do corpo e da vida, e como enfrentá-los.
Como sempre, essa obra de Marcelo Cezar foi muito bem narrada e desenvolvida, e tem toques de espiritualidade, que eu acho muito bons. Gostei bastante dos personagens, que foram muito bem construídos e tiveram bastante importância na história, e gostei de acompanhar a evolução de cada um deles. Me emocionei do começo ao fim.


O livro começa, como usual, destacando sobre o autor nas primeiras páginas, para que conheçamos mais um pouco sobre ele. Apresenta também uma foto sua, que nos transmite bastante calma e alegria. Logo a seguir Marcelo mesmo relata sobre seu mentor espiritual Marco Aurélio, que o acompanha desde sempre e vem de outras encarnações, desde a Roma Antiga. Segue uma passagem que ele fala sobre Marco Aurélio:
“Ele me esclarece sobre a ética espiritual, me dá conselhos valiosos sobre questões do dia a dia, me ajuda a viver em paz. Eu o considero um pai, um amigo.”



Como padrão da editora, a fonte está em tamanho grande e bem espaçada, dando maior vantagem na hora da leitura, e as páginas são brancas, o que pode incomodar algumas pessoas.
A capa é muito bonita, mostra como se um espírito de luz estivesse subindo ao céu devido suas mãos abertas e a luz que irradia ao redor, na parte de trás vemos como se a luz saísse do céu em busca desse espírito que vai ao encontro dela. No final também encontramos uma citação de Zibia Gasparetto sobre esse romance.
Para você como eu, que gosta de um belo romance mediúnico, não deve perder mais esse de Marcelo Cezar. Agradeço a ele e ao seu mentor espiritual por essa magnífica obra.
Avaliação




>> Esse post está participando do Top Comentaristas Nº 16 - FORMULÁRIO


Comente com o Facebook:

14 comentários:

  1. O que fazer quando você termina de ler uma resenha com lágrimas nos olhos? O que fazer quando as palavras da resenhista tocam tão fundo que parece que ela escreveu especialmente para você? Foi assim que me senti ao terminar de ler a resenha de "O que importa é o amor". Apesar de não conhecer o autor, tenho vários textos mediúnicos em casa porque meu marido aprecia muito a filosofia espírita. Tenho certeza absoluta de que uma resenha tem o poder de levar o leitor a desejar muito o livro ou, pelo contrário, a se desinteressar por ele. Nesse caso, sua resenha foi tão encantadora, tão emocionada e bem fundamentada que fiquei extremamente interessada na história. Só pelo título já vale a pena: "O que importa é o amor" e isso diz tudo. Junte a isso personagens bem construídos, como você disse e esse toque de espiritualidade e não há como não ter um lindo texto nas mãos. Acredito que a resenhista também deve ter tido uma inspiração especial no momento de escrever, porque a resenha ficou perfeita. Obrigada por essa emoção!

    vanildarm@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. “Chance Extra – Estou seguindo todas as contas no Twitter e quero mais uma chance para concorrer ao sorteio!”

    ResponderExcluir
  3. Gente... que resenha!
    Não é de hoje que sempre menciono aqui que adoro livros espíritas, toda vez que leio uma resenha sobre um, fico tão empolgada que se o livro tivesse aqui eu começaria a lê-lo de imediato!
    Não conhecia o autor, mas já virei fã. Mais um na minha listinha de desejados!
    Amei a capa tbm, linda demais, as fotos tbm ficaram perfeitas!

    bjo^^

    Rockanapcm1@gmail.com
    rock_anapcm
    https://www.facebook.com/rockanapcm

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou seguindo todas as contas no Twitter e quero mais uma chance para concorrer ao sorteio! @rock_anapcm

      Excluir
  4. “Chance Extra – Estou seguindo todas as contas no Twitter e quero mais uma chance para concorrer ao sorteio!”

    ResponderExcluir
  5. Amo um bom romance espírita sem mimi rs. Eu nunca li nenhum livro do Marcelo, mas espero conseguir um em breve, eu minimamente gosto de conhecer as narrativas dos autores, por exemplo eu adoro o estilo do Robson Pinheiro e do Carlos Bacelli...

    Tema interessante de se abordar, homossexualidade, nunca li nada a respeito sob a ótica espírita. Agora querendo conhecer o autor e com uma tema diferente vou escolher esse livro p/ começar.

    Miquilissssss

    ResponderExcluir
  6. P.s Estou seguindo todas as contas no Twitter e quero mais uma chance para concorrer ao sorteio! @BruFinland

    ResponderExcluir
  7. Nossa, essa sim é uma história bem real e dramática heim. De fato existem pessoas que sofrem demais. Não costumo ler romances espíritas, nunca li nenhum, mas esse parece ter uma qualidade excepcional. A capa está extremamente bonita e toda a parte gráfica também. Parece ser uma boa opção pra quem curte o estilo!

    Inês Gabriela A.
    gabiserelepe@hotmail.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Estou seguindo todas as contas no Twitter e quero mais uma chance para concorrer ao sorteio! @46Kju

      Excluir
  8. Não sou fã de romances mediúnicos, ou histórias que denotem a espiritualidade. Não sou religiosa, e esse tipo de leitura não me agrada em nada.
    Mas confesso que vi um pouco de Magnólia em mim. O pessimismo e o mal humor citados da personalidade da protagonista, também fazem parte da minha personalidade.
    Não posso deixar meu namorado conhecer esse livro, ele me daria de presente sem hesitar. Ele quem está sempre buscando fazer com que eu mude minha forma de ser, ou ver a vida, através de livros de autoajuda. Mas esse tipo de coisa só funciona para quem acredita, e eu não acredito.

    Rita Cruz
    ritacruz17@gmail.com

    Estou seguindo todas as contas no Twitter e quero mais uma chance para concorrer ao sorteio! @RitaCruz666

    ResponderExcluir
  9. Não leio livros espíritas, não consigo. Não sei se pode ser algum tipo de preconceito idiota da minha parte, apenas não leio. Minha mãe, por outro lado, só lê livros deste gênero, foram eles que trouxeram ela para o mundo da leitura depois de 55 anos de vida odiando livros. Lendo a resenha achei a mesma muito interessante, e lembrei logo da minha mãe, sabe o que mais? Acho que ela vai acabar ganhando um presente, vou comprar esse livro pra ela. :D

    Att.,
    Eduarda Henker
    http://blogsomaisum.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. P.S.: Estou seguindo todas as contas no Twitter e quero mais uma chance para concorrer ao sorteio! @somaisumblog

      Excluir
  10. Não conheço muito sobre o tema. Acredito na religião fielmente, mas li apenas um livro espírita. Também brasileiro, A Casa do bosque. Não me lembro agora o autor e gostei bastante, o livro também acordava o tema da escolha da família e do porquê cada pessoa foi enviada diretamente para nossas vidas, ou nós para as delas. Adoro o tema, acho interessantissímo a forma da religião espírita pensar, a reencarnação e a forma sempre sublime de falar do sentimento mais bonito que exite no mundo, o amor.

    Idependente de qualquer livro que você pegue do tema, ele esta lá, o amor. Sempre retratado de forma doce, sensata e verdadeira. Adoraria ler os livros do Marcelo.

    Se senti verdadeiramente em paz lendo sua resenha, imanindo na minha mente essa história, e já posso prever que muitas das coisas ruins que aconteceram com a pesonagem aconteceram por sua mania de pensar sempre o piro de tudo. As vezes nem pensamos por mal, mas atrímos coisas ruins para as nossas vidas. O velho ditado já dizia: "Quem quer consegue", o pensamento tem formas ardilosas de se intrometer na nossa vida, mas não tenho dúvida nenhuma de que ele o faz.


    nasproximaspaginas.blogspot.com
    raah_varella@hotmail.com

    ResponderExcluir
  11. Amei ♥ Acho romance mediúnico de uma delicadeza única!!Com muitos ensinamentos validos e estou sempre procurando livros bons com esse tema e agora achei mais um aqui no house *-* Que além de tudo isso ainda fala de homossexualismo abordando a insegurança que muitos deles sentem de assumir com são para o mundo!!Pretendo ler sim!!Amei a resenha ♥
    Bjus

    ResponderExcluir