2084 - O Retorno dos Deuses - Davi Balsamo

Qualquer um que se demore um pouco no estudo da história do mundo vai perceber que existem muitas fantasias nos livros de história, e eu diria até que mais ficção do que muitos livros que se propõe a criar ficção, ironia não?! O fato é que aquilo que nos contam como verdade sobre como o mundo se desenvolveu não é bem a verdade. Alguns autores já se propõe a contar algumas possíveis hipóteses sobre essa origem, e um deles é Davi Balsamo, escritor do livro 2084 - O Retorno dos Deuses, pela editora Anunaki.

Balsamo é um pesquisador das mensagens ocultas da bíblia, e em suas pesquisas buscou compreender o passado da humanidade e das civilizações através de fontes ocultas. Depois da leitura das obras de Eric Von Daniken e Zecharia Sitchin ele percebeu que  estes trabalhos convergiam com suas leituras da bíblicas.

O livro é resultado desta junção juntamente com inspirações vindas através de visões e sonhos. Assim não é possível saber ao certo onde começa a ficção e onde termina as pesquisas em determinados trechos da obra, é o leitor quem decide. Existem dois pontos bem explorados. O primeiro é uma narrativa em terceira pessoa de como se deu a primeira viagem para Marte e os primeiros moradores do planeta. A segunda é a história da Terra a partir da teoria Anunnaki.

A narrativa da saga para marte é como uma previsão feita pelo autor do que ele acredita que vá ser a primeira missão para o planeta vermelho. Os astronautas durante sua viagem recebem uma mensagem com um segredo revelado apenas para eles sobre a Terra. E eis que se descortina a saga dos seres vindos de Nibiru.

Nibiru é um planeta que sofreu assim como estamos sofrendo problemas com sua atmosfera devido a destruição da camada de ozônio. Para resolver este problema os habitantes deste planeta procuram uma solução pelo espaço, e se deparam com a terra, um planeta rico em minerais.

Para extrair ouro e salvar seu planeta eles se fixam aqui como uma colônia de extração. E para esta missão Enki é enviado como líder. Com o passar do tempo a extração do ouro falha, e seu irmão Enlil é enviado, mas ele não tem a mesma visão dos humanos que Enki, e o que apenas era uma questão de sobrevivência torna-se uma questão de alimentar seu próprio ego, e para isso ele cria o culto aos deuses, no caso tendo ele como o deus principal.

São bem detalhados estes trechos onde passo a passo o autor trabalha os objetivos e pensamentos dos anunnakis. Estes seres tem personalidades muito próximas aos seres humanos de hoje, onde a tecnologia existe mas a moral ainda é questionável. Foi perturbador ler certos trechos, como a leitura que ele faz do nascimento e missão de Jesus na Terra.

Não entrarei em detalhes para não estragar a leitura do livro, mas independente de verdadeiros ou apenas hipóteses estes escritos possibilitam a reflexão sobre possíveis verdades por trás da história que é narrada na bíblia desde da gênese até o apocalipse. Eu particularmente não sou fã dela, e este livro foi meu maior contato com citações da mesma, então fazer estes paralelos e sair do cristianismo foi interessante.

O livro ainda conta com imagens da Suméria e Egito que retratam esses seres vindos do espaço. Gigantes que manipularam nossa genética e brincaram de essência divina quando promoveram o dilúvio. Os anunnakis, segundo o autor, ainda pretendem voltar a Terra, e eis o motivo do título da obra que seria a provável data.

2084- O Retorno dos Deuses é um trabalho de pesquisa bem feito, e uma viagem as possibilidades do que foi, é e pode ser. É um alerta de que não podemos apenas acordar a cada dia visando o carro do ano, e acreditar o que as religiões nos ensinam. É um chacoalhão nas bases porque nós nunca sabemos quando o contato vai se dar, e nosso mundo vai mudar, então é melhor ventilar todas as possibilidades, porque é o conhecimento e não o medo e a escuridão que irão nos salvar.
Quer conhecer mais do autor e do livro?, dá uma espiadinha: 


Avaliação










Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Não conhecia o livro e achei bem interessante. O autor nos apresenta uma nova visão das histórias que conhecemos e nos faz refletir sobre isso. Acho que vou ler esse livro.

    ResponderExcluir