Sonho de uma noite de verão – Andrew Matthews

A Companhia das Letrinhas, selo infantil da Companhia das Letras, já publicou várias adaptações de clássicos feitas por Andrew Matthews e fiquei muito interessada em todas elas. Confesso que eu adoro ler livros infantis porque eles são fofos, ilustrados e passam ótimas mensagens para os pequeninos. Como não li muitos clássicos na vida (#shameonme), resolvi dar uma chance as suas adaptações infantis primeiro para, depois, me jogar nos originais.
Dentre as versões de Matthews, há a coleção “Histórias de Shakespeare”, e resolvi escolher “Sonho de uma noite de verão” por se tratar de uma história que conheço bastante porque já li diversos outros livros fazendo citações ou adaptações dela em suas páginas, e porque é comédia (prefiro comédias a dramas).


Logo antes da história começar, encontramos um sumário com os nomes dos capítulos, seguido de um texto de Flavio de Souza falando sobre o teatro e sua magia, e sobre essa peça de Shakespeare, cheia de reviravoltas, personagens cativantes, diversão garantida, e muito amor. E ainda fala que essa é a mais produzida, filmada e adaptada desde sua estreia, há mais de 400 anos! Em seguida, as duas próximas páginas têm ilustrações dos perfis e nomes dos personagens que encontraremos ao virar as páginas, que vivem em Atenas e em seus arredores, na Grécia Antiga.
“Em tudo aquilo que até hoje eu li,
Ou em lendas e estórias que eu ouvi,
O amor nunca trilhou caminhos fáceis.”
                             – Lisandro , ato I, cena I

Na história, Hérmia é prometida a Demétrio, mas na verdade ama Lisandro, com quem pretende fugir. Helena, sua amiga, é quem ama Demétrio, mas com ele sabe que não poderá ficar, já que ele foi prometido a Hérmia. O noivo, que é orgulhoso e genioso, acaba descobrindo os planos do casal apaixonado e os segue pelo bosque para impedi-los, onde muita discórdia acaba acontecendo.
Enquanto isso, não muito longe dali, Oberon, o rei das Fadas, está em pé de guerra com Titânia, a amável rainha. Ele, então, espreme uma flor encantada nos olhos dela, que despertará o amor por qualquer um, o primeiro que ela olhar. E manda Puck, um elfo atrapalhado, fazer o mesmo com um casal de humanos que estão pela floresta, para lhes ajudar. Só que ele erra o casal, trazendo uma grande confusão para os envolvidos.

No meio de tanta confusão, amores trocados, personagens engraçados, uma narrativa poética, e muita magia, essa comédia romântica ágil e gostosa de acompanhar vai encantar a todos os leitores.
Não posso comparar o que foi mantido, o que foi cortado, nem o que foi acrescentado nessa versão, obviamente, já que não li a de Shakespeare, mas acho essa obra válida para quem quer conhecer a história por alto e para quem tem criança em casa, porque é mágica e fofa.
A leitura é bem fácil e fluida, e o fato de ter apenas 72 páginas ajudam a tornar o texto mais rápido. A diagramação é simples, com fonte grande e bom espaçamento, e há ilustrações na maioria das páginas, que servem como um ótimo complemento ao texto. As páginas são amarelas e grossas. A capa é bem fofa e colorida, porque essa é uma versão para crianças, e eu gostei muito dela. As ilustrações de Tony Ross no miolo foram feitas em traços simples, e não apresentam cores além do preto da linha e sombreado.

No final do livro, depois do término da história, há um texto de Andrew falando sobre as inspirações de Shakespeare, que pelos padrões atuais seria considerado um plagiador, porque quase todas as suas peças foram adaptações ou colagens de outras peças, livros, poemas, etc. Mas antigamente a ideia de plagiador não existia, e as pessoas na verdade buscavam diversão, sem se importar se eram parecidas com algumas pré-existentes ou não, apenas ficavam felizes de poder conhecer a versão de Shakespeare. As duas que são consideradas as “menos plagiadas” são exatamente Sonho de uma Noite de Verão e A Tempestade.
Adorei essa adaptação e já fiquei repleta de vontade de ter todas as outras da coleção “Histórias de Shakespeare”, escritas por Andrew Matthews na minha estante. Vale muito a pena a leitura para pessoas de todas as idades que querem passar um tempo mágico e descontraído na companhia de um gostoso livro.

Avaliação


Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Shakespeare, até o nome soa poético como um sussurro e morro de vontade de ler suas histórias, mas conheço apenas a de Romeu e Julieta, só q tbm adaptado, espero ler em breve seus lvros ou se não suas adaptações como esta coleçao q parece ser uma boa pedida!

    fabricio-fenix2010@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Eu ainda não li nenhuma das versões deste livro, mas tenho vontade, tanto é que ele está na minha listinha de desejados.
    Adorei sua resenha, e como sempre, a editora mandou super bem na edição do livro, está lindo demais!!!!

    Parabéns!
    Bjo Bjo^^

    Ana Paula
    rockanapcm1@gmail.com
    https://www.facebook.com/rockanapcm?ref=tn_tnmn

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://www.facebook.com/rockanapcm/posts/641371525900655?stream_ref=10

      Excluir
  3. Já li algumas obras de Shakespeare, mas essa eu ainda não li. Já li e assisti a Romeu e Julieta, Hamlet, O mercador de Veneza, Othelo e Macbeth. Gostei demais da resenha e me interessei muito pelo livro.

    ResponderExcluir