Muito mais que uma Princesa – Laura Lee Guhrke

Em “Muito mais que uma Princesa” conhecemos Lucia Valenti, filha ilegítima do príncipe Cesare de Bolgheri com a famosa cortesã Francesca e, por isso, vivia confinada em escolas e conventos durante boa parte da vida para não causar mais confusões. Só que Lucia é uma moça fogosa com sangue italiano nas veias e conseguia se virar e escapar, sempre causando escândalos, um atrás do outro. Até que o príncipe Cesare resolve que ela precisa arrumar um marido o quanto antes e a responsabilidade sobre ela seria inteiramente do esposo.
Para isso, Sir Ian Moore, o mais respeitado diplomata britânico, é chamado às pressas de volta à Inglaterra (ele estava em uma viagem a negócios) para arranjar um marido para Lucia o quanto antes, afinal o casamento deverá acontecer em poucas semanas. Ian terá que usar todo o seu poder de persuasão e suas experiências profissionais para dar a volta no difícil temperamento da moça, que insiste em se casar por amor, mesmo com tão pouco tempo para conhecer o homem de sua vida.
Claro que muitos candidatos logo aparecem, afinal Lucia é uma mulher linda, atraente, cheia de curvas e muita paixão, mas nenhum dos pretendentes desperta o interesse que ela busca num homem. Ian precisa contornar a teimosia dela para encontrar algo que lhe desperte o interesse em pelo menos um desses homens, afinal eles também são ricos, bonitos e desejados, mas ele acaba descobrindo que sua missão é mais difícil do que supunha e que negociar com chefes de Estado acaba sendo muito mais simples do que convencer essa mulher.
Já fazia um bom tempo que não lia romances históricos e fiquei contente de ter voltado a ler com esse. A escrita de Laura é deliciosa e me conquistou logo nas primeiras páginas, a trama é mais concentrada na história de amor dos protagonistas e no desenvolvimento dos sentimentos deles, um pelo outro. Então é uma leitura leve e descontraída, sem grandes pretensões, mas que cumpre muito bem seu papel de entretenimento, nos deixando apaixonadas com tudo o que está acontecendo e desejando por mais ao término da leitura.
Adorei os personagens principais, suas personalidades, modo de agir e a forma como a autora os construiu e transmitiu tudo o que sentiam e pensavam para o leitor. Mesmo em uma narrativa em terceira pessoa deu para conhecê-los muito bem e esse é um ponto bem positivo.
Lucia é meu total oposto, mesmo assim a achei encantadora. Ela é bem atirada, sabe o que quer nos homens e demonstra isso com muita facilidade, até se acha bem coquete, não tendo problema nenhum de autoestima ou confiança, menos quando o assunto é Ian, já que ele é frio e contido, e consegue esconder seus sentimentos tão bem que Lucia nunca sabe o que ele realmente está pensando ou sentindo. E como isso é frustrante para ela!
Também fiquei com dó dela em alguns momentos, principalmente em relação ao Ian, que fez uma coisa mais para o final do livro que não foi digna, mas também em se tratando de todas as outras pessoas que a olhavam atravessado por seu jeito mais livre de ser em uma época onde tudo que era fora dos padrões era visto com olhos atravessados.
Ian é um personagem charmoso, bonito e que desperta o interesse no leitor também. Por conta de sua fachada, passamos o livro inteiro esperando que ele se liberte e faça o que deseja, deixando de ser tão certinho, e é isso o que Lucia também quer e não sossega, provocando-o até conseguir. Porém, Ian me irritou em alguns momentos quando estava chegando ao final do livro (como comentei mais acima), acho que ele não tratou Lucia bem em uma questão, colocando a culpa toda de uma coisa que foi erro dos dois apenas nela, como se ele fosse o inocente. Ele é um homem bem grandinho e precisa assumir suas responsabilidades, por mais erradas que elas sejam e mais diferentes do que se pode esperar de alguém como ele ou em sua posição.
Também achei meio esquisito que tinham dado muita importância a essa parte no momento em que ocorreu e logo em seguida, mas depois do nada é como se tivessem esquecido ou se não fosse mais nada de importante. Acho que faltaram algumas linhas ou parágrafos aí para ter uma melhor resolução e eu não sentir como se tivesse sido deixado de lado.
Mesmo assim, eu amei o romance e ficava o tempo todo torcendo para que o casal ficasse junto logo, eles realmente tem bastante química e foi ótimo poder acompanhá-la de perto. E curti muito a construção do relacionamento amoroso, nada aconteceu do nada e de uma hora para a outra, fomos aprendendo, conhecendo e sentindo junto com os dois e isso é sempre magnífico. Há cenas mais quentes, de sexo explícito, mas fazem parte do contexto e encaixaram muito bem com o resto do livro, acontecendo no momento certo.
Esse livro foi lançado pela primeira vez no Brasil em 2008, mas essa versão que li é a segunda reimpressão, que foi feita em 2013, então fiquei incomodada que a editora não fez a atualização para o novo acordo ortográfico da língua portuguesa, que entrou em vigor em 2009, principalmente porque precisava mesmo de uma nova revisão já que tem alguns erros mesmo para a norma antiga.
Acho essa capa maravilhosa! A versão impressa é ainda mais bonita, com o título em rosa metálico, lindo, e a lombada e a contracapa estão em um tom de rosa muito fofo que eu achei demais! O trabalho da Editora Planeta (selo Essência) é sempre incrível, e a diagramação também está muito bem feita, com fonte e espaçamento em tamanhos confortáveis para uma leitura por mais tempo, contando ainda com páginas amarelas, para melhorar ainda mais a experiência de leitura.
Indico a obra para todos aqueles que buscam um romance histórico contendo uma deliciosa história de amor, com cenário, roupas e costumes de uma bela época, que apresenta o romance bem desenvolvido e personagens cativantes. Amei a forma de narrativa de Lee Guhrke e queria muito que alguma editora publicasse seus outros (vários!) livros aqui no Brasil, eu com certeza iria querer ler.
Avaliação




Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Parece ser um daqueles livros de arrancar suspiros!!!! rsrsrsrsrrsrsr
    Adoro romances históricos, não conhecia este livro, mas adorei a capa e sua resenha, mais um livro na minha listinha! hehehehehehhe

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir