Winter - Crônicas Lunares #04 - Marissa Meyer

Finalmente cheguei ao quarto e último livro desta série tão adorada por mim. Neste volume temos a história da Branca de Neve sendo recontada de forma distópica e se entrelaçando com as dos demais personagens que já conhecíamos: Cinder (Cinderela), Scarlet (Chapeuzinho Vermelho) e Cress (Rapunzel). E, como a narrativa da autora me encantou desde o primeiro volume com “Cinder”, não pude deixar de querer ler o desfecho de tudo o quanto antes. Agora venho compartilhar com vocês tudo o que achei a respeito de “Winter”, escrito por Marissa Meyer e publicado aqui no Brasil pela Editora Rocco, selo Rocco Jovens Leitores.
Como esse é o último volume da série, pode haver alguns spoilers dos anteriores para uma explicação mais elaborada. Por esse motivo, se você ainda não leu os antecessores, e não quer pequenos spoilers dos mesmos, não continue essa resenha.
Nesta obra, vemos que a princesa Winter, uma menina de coração bom que resolveu não usar o seu poder lunar, e, com isso, acabou ficando com a doença que a deixa um pouco doida, já que lhe dá visões e sensações irreais, vive subjugada por Levana, sua madrasta, que, como no conto original, sente inveja de sua beleza, fazendo com que a mesma seja o alvo constante de suas piadas. Levana também não aprova os sentimentos de nossa protagonista pelo seu amigo de infância, o guarda real Jacin, lançando vários olhares reprovadores para os dois.
No volume anterior, vimos que Scarlet foi levada para Luna e feita de prisioneira pela Rainha Levana. Lá, ela recebe a constante visita de Winter, e as duas acabam se tornando amigas. Claro que Scarlet tem um pouco de medo de confiar na garota, já que ela tem uma certa proximidade com a rainha, além e ser um pouco maluca. Mas a amizade que as duas criam é muito importante para a história, já que ambas podem ser mais do que realmente aparentam.
Enquanto isso, Cinder cria um plano com a ajuda de seus amigos para fazer uma rebelião contra a Rainha, para conseguir de volta o trono em Luna, que é seu por direito. Por isso, seu grupo resolve se separar, para não serem facilmente notados, colocando em prática o plano, o que gera bastante ação e adrenalina, até porque Levana não vai deixar barato, então esse volume acabou sendo recheado com bastante reviravoltas.
Cheio de romance, emoção e ação, que não deixam a trama ficar parada nem por um segundo, mesmo com suas quase setecentas páginas (sim, ele é bem mais extenso do que os anteriores), além de possuir uma pegada futurística e bastante empoderamento feminino, esse livro nos conquista do início ao fim com uma história revolucionária e uma guerra contra a opressão.
Winter é a personagem principal dessa vez, mas, assim como nos anteriores, temos a narração das outras personagens importantes da série, o que foi bem legal, já que assim conseguimos entender melhor tudo o que estava ocorrendo na história, nos trazendo vários pontos de vista.
Adorei esse desfecho, pois conseguimos ver cada vez mais a evolução dos personagens e de como cada um pode ajudar o outro para conseguir um final melhor. Cada um desempenhou um papel bem importante, e foi maravilhoso acompanhar o crescimento deles individualmente e também como grupo. Além disso, os personagens são muito bem descritos, cada um com o seu jeito de ser, nos fazendo torcer por todos eles em diversos momentos.

A capa é linda e combina com as demais da série, fazendo com que o leitor crie uma fácil identificação, e ainda passa totalmente a ideia do enredo, com o símbolo mais importante do conto de fadas da Branca de Neve, a maçã, e com aquele ar futurista, que tem tudo a ver com o conteúdo. A diagramação é confortável para uma leitura gostosa e as páginas são amarelas.
A série já está completa aqui no Brasil se formos olhar apenas os livros sequenciais, que aliás, já foram todos resenhados aqui no blog e vocês podem conferir clicando nos títulos: “Cinder”, “Scarlet” e “Cress”. Porém, lá fora foram publicados dois volumes extras, o “Fairest” (#3.5), que conta a verdadeira história da Rainha Levana, e “Stars Above” (#4.5), que nada mais é do que um exemplar reunindo nove contos complementares da série em edição física – cinco dos quais foram publicados antes em versão digital e mais quatro inéditos. A Rocco disse que pretende lançar ambos aqui no Brasil, possivelmente em 2017. Nos resta aguardar e torcer.
Recomendo, não só esse volume, mas a série inteira, para todas as pessoas que, assim como eu, gostam de uma história repleta de ação e aventura que nos traz uma reconstrução dos contos de fadas de forma bem diferente e num mundo distópico, e nos prende em todos os momentos com personagens incríveis e um pano de fundo que com certeza vai te conquistar. Adorei essa leitura, assim como toda a série em geral, e foi bem triste ter que me despedir dela, mas que bom que os volumes extras virão para acabar com um pouco da saudade.
Avaliação



Comente com o Facebook:

4 comentários:

  1. Amei sua resenha. Eu amo as Crônicas Lunares e fico feliz que a Rocco irá publicar em breve Stars Above e Fairest, são leituras indispensáveis para todos os fãs.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  2. Quando lançou o primeiro livro vi muitas resenhas positivas, no entanto o livro era caro e não pude adquirir, e acabei desanimando da leitura, lendo sua resenha e ver como você gostou do desfecho fiquei bastante curiosa e com vontade de ler. A forma como a história e narrada e desenvolvida me pareceu cativa o leitor.

    ResponderExcluir
  3. Tô louca p comprar esses livros e seu post me deixou com mais vontade ainda. Adoro contos de fadas, principalmente esses contados de outras formas.
    adorei o post, vou ali ficar maias pobre...

    ResponderExcluir
  4. Muito amor envolvido pelas capas dessa série.
    Estou super curiosa em relação a história.
    Não li nenhum livro ainda e a cada resenha que leio, como a sua, fico com ainda mais vontade de conhecer as obras.
    Parece ser uma história incrível. Pelo que pude ver, a autora consegue prender o leitor desde as primeiras palavras e gosto disso.
    Espero ler em breve :)
    Beijos,
    Caroline Garcia

    ResponderExcluir