A Menina que fazia nevar - Grace McCleen


Confesso que quando comecei a ler este exemplar, não sabia muito bem o que esperar desta história. A sinopse me agradou bastante, por isso resolvi dar uma chance a esta leitura, mas acabei ficando com algumas dúvidas a respeito da mesma, pois não sabia se ela atenderia as minhas expectativas, e agora depois de ter lido venho contar para vocês as minhas opiniões sinceras desta história.
Em “A Menina que fazia nevar” conhecemos a história de Judith McPherson, uma menina de apenas dez anos, bem tímida e isolada que perdeu sua mãe quando ainda era um bebê e é criada pelo seu pai, um homem bem reservado e também bastante severo.  Judith sofre de bullying na escola, além de ser considerada uma criança esquisita por pregar a religião de porta em porta juntamente com outros adultos, e acaba ficando isolada. As únicas pessoas que a visitam são seus irmãos da congregação cristã da qual ela faz parte.
Em seu quarto, ela guarda o motivo de sua maior alegria, uma maquete que ela chama de Terra Gloriosa, que aos olhos das demais pessoas parece um pedaço de lixo, mas para ela, é o mundo perfeito que leva a menina a esquecer dos seus problemas.
Certo dia, um dos meninos valentões da escola fala que vai enfiar a cabeça de nossa protagonista dentro de uma privada, o que a deixa desesperada, ainda mais por ela não ter com quem conversar sobre isso, uma vez que seu pai é um homem de poucas palavras. Pensando em soluções que a fariam fugir deste triste acontecimento, ela coloca uma espuma de barbear em sua maquete, pois se nevasse bastante em sua cidade, ela não precisaria sair de casa para ir à aula e precisar enfrentar o episódio do banheiro. O que ela não esperava era que no dia seguinte a cidade inteira amanheceria coberta de neve por conta de uma forte nevasca.
Judith passa a acreditar então que ela não só presenciou um milagre, como foi ela mesma quem o causou, fazendo com que em seu coração puro que é coberto de fé acredite neste ato. Porém, como dizia o tio do Homem Aranha: “Grandes poderes vêm acompanhados de grandes responsabilidades” (Sei que a frase não é exatamente assim, mas tem a mesma representação).
A narrativa é em primeira pessoa, o que achei bem legal já que podemos conhecer mais a fundo essa protagonista que nos encanta com seu jeito meigo e frágil e que nos faz sentir vontade de entrar na história só para poder ajudá-la, principalmente a se defender. A narrativa é gostosa e fluida e nos encanta de uma maneira que é impossível largar a história até chegar ao final.
A capa é bem bonita, as folhas são amarelinhas e a diagramação está perfeita, sendo que as letras tem um bom espaçamento entre elas o que facilita bastante na hora da leitura, fazendo com que a gente consiga ler por mais tempo sem sentir a vista ficando cansada.
Recomendo este livro para todas as pessoas que gostam de uma história surpreendente que nos mostra como é importante ter fé e que, além de nos emocionar, nos leva a refletir com uma lição de esperança e reconciliação.
Avaliação



>> Esse post está participando do Top Comentaristas Nº 12 - FORMULÁRIO


Comente com o Facebook:

10 comentários:

  1. Eu adorei a capa deste livro (e qual que eu não gosto neh?). A sinopse tbm me deixou bem curiosa.

    Sua resenha ficou linda... Adorei!!! A ideia da protagonista sofrer bullying me encantou mais ainda...

    bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Só vejo comentários bons sobre esse livro.
    A capa é linda, e a história é agradável.
    Beijos...

    ResponderExcluir
  3. Nunca me interessei por este livro! E você acredita que nunca li a sinopse? Só olhei o título e o ignorei totalmente.

    Agora, li sua resenha e vi de que se tratava tudo. Sua resenha falou sobre o livro, mas não contou o milagre e as grandes responsabilidades que essa menina enfrentaria! O que me deixou curiosa em saber. O problema é que a temática em si não me chama a atenção. Não porque seja ruim ou boa e sim, porque eu estou para infanto-juvenil (no momento) longe desse estilo!

    Parabéns pela resenha!

    Beijão

    Gláucia

    booklover.com.br

    ResponderExcluir
  4. Eu estou muito curiosa para ler esse livro. Tenho lido muitas resenhas boas sobre ele o que tem aguçado mais ainda minha curiosidade! Mesmo não sendo meu estilo de leitura favorito, a promissa do livro me despertou curiosidade também. A capa é muito linda e a protagonista parece ser encantadora *-* O que conta muito em um livro!

    Beeijos,
    iSteh

    ResponderExcluir
  5. Oieee!!! Imaginava uma historia totalmente diferente!!Mas gostei, uma personagem super envolvida com religião o que acho bem importante faz com que acabamos conhecendo outras religiões de uma forma bem leve, eu tenho uma fé muito grande e assim como Judith acredito que milagres acontecem se sua fé for sincera e grande o suficiente!! Amei a capa é linda *-*
    O livro parece ser bem interessante, fiquei curiosa ♥

    Bjus

    ResponderExcluir
  6. Nossaaaa quero muuito esse livro *-* pensem em uma menina que ficou super curiosa pra ler esse livro? essa menina sou eu! \o/ A-M-E-I a capa, e claro a resenha de voces também!! Eu estou esperando anciosamente para ter oportunidade de ler por que me identifiquei bastante com ele, até por outras resenhas que ja li, parece ser muito bom e que realmente nos faz querer enrar na historia!
    obrigada por mais uma resenha! bjuus ♥

    ResponderExcluir
  7. Não é a primeira resenha que leio desse livro e todas me fazem ficar ainda mais curiosa acerca da história! *-* Gostei bastante do tema: fé. Parece ser uma história bem emocionante!

    ResponderExcluir
  8. Ah eu adorei a resenha já vi esse livro, mas nunca tinha parado pra ver sobre o que falava a historia agora que eu sei me deu uma imensa vontade de ler, parece ser muito linda a historia, e acho que a fé é muito importante amei o nome a capa e a resenha eu amei esse livro antes mesmo de ler, pode uma coisa dessas?

    ResponderExcluir
  9. Eu não gosto de livros que tratam de fé, Deus e coisas assim... Já ouvi críticas bem negativas desse livro e não tenho vontade de ler.
    Beeijos

    ResponderExcluir
  10. Eu estava muito curiosa com a leitura desse livro. Quando comecei a ler resenhas e vi que tratava do assunto religião, fiquei meio que com o pé atrás, pois ler livros desse tema é bem difícil para mim. De qualquer forma, parece um ótimo livro.

    ResponderExcluir