Uma Mentira Perfeita - Lisa Scottoline

Assim que li a sinopse desse volume, fiquei encantada com o que parecia ser a história e também morrendo de curiosidade para conhecê-la melhor. Por esse motivo, assim que foi possível comecei a lê-lo e agora venho compartilhar com vocês todas as minhas opiniões sobre “Uma Mentira Perfeita”, publicado aqui no Brasil pela editora Harper Collins.
Nessa trama conhecemos Chris Brennan, um homem que acabou de se mudar para Central Valley, na Pensilvânia, com um único objetivo: ser professor substituto e treinador de beisebol na escola de ensino médio local. E ele consegue o cargo graças ao seu currículo perfeito. Porém, tudo nele é uma mentira, até mesmo o seu nome na verdade é um pseudônimo. Ele tem um plano até então perfeito, e, para conseguir executá-lo, precisa ficar de olho na equipe de beisebol, principalmente em três meninos, são eles: Raz Sematov, o arremessador, um garoto de temperamento forte, que geralmente é alegre e bem-humorado, mas que acabou de perder o pai, Evan Kostis, que é a sensação do time, rico, mimado e problemático, ele sempre chama a atenção de todos, e Jordan Larking, um menino tímido e reservado que acabou de entrar no time.
Logo a gente pensa que a única ligação entre eles é o mesmo time, porém os três meninos estão passando por momentos difíceis na vida pessoal, e com isso são os alvos perfeitos. Para conhecermos um pouco mais sobre eles, conhecemos também suas mães, três mulheres diferentes entre si, mas todas são guerreiras e batalhadoras, que enfrentam os problemas da vida, cada uma de uma maneira, nos mostrando mais sobre elas e consequentemente sobre seus filhos. Vemos o desenrolar dessas histórias entre os jovens, suas mães e o mistério do professor e seu plano. O mais legal de tudo é que acompanhamos como a vida desses personagens vão se conectando e todos eles têm uma importância para o desenrolar da trama.
Esse livro aborda bastante sobre terrorismo doméstico, motivado por uma série de fatores como traumas, religião, desequilíbrio, entre outros, e como leva a motivação desses acontecimentos, sendo um tipo de leitura que fala muito sobre isso, sobre o certo e o errado, sobre as pessoas e suas atitudes, criando vários questionamentos na gente durante toda a leitura.
A narrativa é em terceira pessoa, o que foi bem legal, já que assim conseguimos ter uma visão mais ampla de tudo o que estava ocorrendo na história, de uma forma que conseguimos acompanhar todos os personagens envolvidos na trama e entender a suas participações e importâncias. Esse é do tipo de livro que aos poucos vai nos revelando os detalhes, fazendo com que a gente não consiga parar de ler em nenhum momento para poder descobrir tudo, sendo uma leitura rápida e fluida que faz a gente criar várias teorias e também consegue nos surpreender.
A capa é interessante e tem a ver com o enredo, então gosto dela apesar de não chamar tanto a minha atenção. A diagramação interna da Harper Collins está bastante agradável para uma leitura fácil devido ao tamanho grande da fonte e os espaçamentos serem bons.
Recomendo esta obra de Lisa Scottoline para todo mundo que se interessar por um thriller que consegue nos conquistar do início ao fim com uma história deliciosa e cheia de mistérios, personagens marcantes e um pano de fundo de tirar o fôlego. Essa é uma leitura eletrizante, que mexe com a nossa cabeça e brinca com o certo e o errado e a linha tênue entre os dois. Os personagens são maravilhosos e só completam ainda mais o enredo, que mantém um ritmo de dúvida e incerteza. Esse volume é um excelente suspense que vai te prender a cada virada de página. 
Avaliação




Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário