Imortal – Imortal #01 – Gillian Shields

A primeira coisa que me chamou bastante atenção neste livro foi o conjunto do título com a capa. Gostei bastante de ambos e achei que, só de olhar, era um livro que eu teria vontade de ler. Claro que a vontade só ficaria completa assim que eu soubesse sobre o que se tratava e, por isso, fui correndo ler a sinopse para saber se este título realmente me interessaria. Mal acabei de ler aquelas poucas linhas e fiquei totalmente empolgada para saber mais. Depois não era mais só uma capa bonita, era um conteúdo que me despertava o interesse. Por isso, assim que tive a oportunidade, comecei a ler este exemplar, então venho compartilhar com vocês as minhas opiniões.
Em “Imortal” conhecemos a história de Evie Johnson, uma menina de apenas dezesseis anos, que perdeu a mãe quando ainda era bebê, e é criada pela sua avó, já que seu pai é um soldado, e por conta disso vive em missões. Quando sua avó adoece, ela acaba tendo que ir para a Wyldcliffe Abbey School, um internato composto apenas por meninas que tem regras muito rígidas. A vida não está tão fácil assim para nossa protagonista, já que a menina popular da escola vive implicando com ela, e, para completar, ela quase não tem amigas.
A escola se torna um local difícil para Evie ainda mais por ser bolsista, já que algumas das alunas fazem de tudo para que ela seja expulsa, fazendo com que nossa protagonista fique em um ambiente totalmente hostil. Mas, certo dia, quando aparece um menino misterioso, as coisas começam a mudar para Evie, isso porque ela passa a se encontrar secretamente com ele todas as noites.
Acompanhamos, então, os sentimentos entre os dois, que começam a surgir aos poucos, e é muito bom acompanhar este envolvimento. Mas o que nossa protagonista não poderia imaginar é que ele guarda um segredo muito importante sobre o seu passado. E ainda, para completar, ela começa a ver um fantasma muito parecido com ela, e também o fantasma de uma menina interna que se afogou no lago.
O livro é narrado pela nossa protagonista Evie no presente, e pelo diário de Lady Agnes, datado de 1882. E, através dele, vemos a relação entre as duas, e vamos descobrindo junto com a nossa personagem principal o segredo que Sebastian esconde, que pode mudar totalmente o futuro deles para sempre.
A narrativa de Gillian Shields é muito gostosa e consegue prender a gente desde o começo e em todas as outras páginas em seguida, com um clima de mistério que é mantido até o final. Os personagens são incríveis e, à medida que vamos lendo, passamos a gostar cada vez mais de cada um deles. A escrita da autora também é bem simples, além de viciante.
Gosto muito do trabalho gráfico da Editora iD. A capa, como comentei no início da resenha, é bem bonita com toda sua simplicidade, o que desperta um grande interesse em mim. O título está em alto-relevo prateado e o medalhão no colar tem verniz localizado, completando o visual. A diagramação interna é simples e bem feita, com fonte em tamanho bom e espaçamento entre linhas bem grande. A parte de trás da capa é preto, o que eu acho lindo, e as páginas são amarelas.
Recomendo este livro para todo mundo que goste de uma boa série, que alterna a narrativa entre o presente e passado, nos trazendo uma história misteriosa e surpreendente, com personagens incríveis, sendo uma leitura leve e fluida.
Avaliação



Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário