Como salvar um vampiro apaixonado – Beth Fantaskey

Eu já havia lido o primeiro volume desta série há muito tempo atrás, muito tempo mesmo, acho que há uns três anos, por esse motivo, confesso que não me lembrava muito bem de alguns detalhes, mas, à medida que fui lendo, fui relembrando, e confesso que li algumas resenhas para me ajudar com a minha memória. Das poucas coisas que lembro, eu me recordo que queria ler bastante a continuação, então, aqui estou depois de alguns anos, vindo contar para vocês as minhas opiniões a respeito desta obra, que foi lançada pela editora Arqueiro depois de muitos pedidos dos fãs, já que eles não iriam publicar o livro, por isso tanta demora.
Tem resenha do volume anterior, Como se livrar de um vampiro apaixonado, aqui no blog e vocês podem conferir clicando no título.
Como “Como salvar um vampiro apaixonado” é uma continuação, pode acontecer de aparecer alguns spoilers do primeiro livro nesta resenha.
Neste volume vemos que Jessica Packwood, agora chamada de Antanasia Dragomir, está casada com Lucius, vivendo em um grande castelo no alto dos Cárpatos da Romênia. Mas nem tudo são flores e ela não consegue nem pedir um prato de comida em romeno, precisando sempre da ajuda de Lucius. Ela nunca imaginou que viver com o seu marido iria ser tão complicado e que ficaria super triste por não conseguir lidar com as situações que seu novo posto de princesa e futura rainha requerem, como ver vampiros sendo julgados e executados bem na sua frente, fazendo com que ela passe por momentos bem ruins por conta de sua fraqueza.
Tudo piora ainda mais quando um dos anciões é assassinado e todos acreditam que foi Lucius o culpado, fazendo com que nossa protagonista tenha que se virar para provar a inocência do seu marido, e ainda lidar com todos os seus inimigos e provar que ela é capaz de liderar o clã dos vampiros.
Em meio a isso tudo, vemos que Mindy está na faculdade, fugindo de Raniero (primo surfista de Lucius que ela acabou tendo um rolo durante o casamento), trazendo uma parte bem cômica para a leitura. E acompanhamos quando ela vai para Europa ajudar a sua amiga e nossa protagonista quando ela realmente está precisando, fazendo com que ela ajude Antanasia a enfrentar suas crises. E neste clima de bastante suspense vemos o desenrolar da história que continua com um humor sarcástico que a gente tanto gosta.
Neste volume, diferente do anterior, a narrativa é feita em primeira pessoa por Jess (Antanasia) e também por sua melhor amiga Mindy, e isso foi bem legal, já que assim conseguimos acompanhar os pensamentos das duas e nos divertir bastante com os seus pontos de vista. Os capítulos são bem curtos e a leitura é rápida e fluida.
A diagramação está ótima, com o tamanho da letra bem confortável assim como o espaçamento, que ajuda bastante na hora de ler por mais tempo, sem cansar a vista. Outra coisa que não posso deixar de citar é a capa maravilhosa que essa série tem, e que ela realmente chama bastante atenção, além de lembrar muito a do primeiro livro, fazendo com que haja uma identificação, já que olhamos para um e nos lembramos do outro.

Recomendo este volume para todas as pessoas que gostem de um bom livro, com bastante suspense, comédia e romance, que faz a gente ficar com os olhos grudados nas páginas em uma leitura rápida e fluida que consegue nos prender com seu jeito despretensioso e carismático, e uma narrativa leve e bem desenvolvida.
Avaliação



Comente com o Facebook:

2 comentários:

  1. Eu gostei do livro, não gostei muito da Jéssica, mas em geral fiquei bem satisfeita.
    Bjs, Rose.

    ResponderExcluir
  2. Apesar de gostar muito de vampitos, esses livros não me chamaram a atenção, não sei porque...
    As capas são lindas e a sinopses, interessantes, mas sabe qdo não rola? Pois é, Rsrs

    Mesmo com spoilers, li sua resenha, pq não tenho interesse nos livros, mas confesso que fiquei curiosa! ;)

    Bjo bjo ^ ^

    ResponderExcluir