A Crônica do Fogo – Os Livros do Princípio #02 – John Stephens

Eu já havia lido o primeiro volume desta série, O Atlas Esmeralda (para ler a resenha clique no título), há algum tempo atrás, e me lembro de ter amado a história. Me recordo que passei a noite em claro lendo, por ter começado a leitura um pouco tarde e por não conseguir parar e largar o livro durante a madrugada. Este foi um dos títulos que conseguiu prender minha atenção com uma história incrível e bem estruturada. Claro que, por conta disso, estava louca para começar a continuação e, por isso, assim que tive a oportunidade de ter o livro em mãos, comecei a minha tão esperada leitura. Agora, venho contar para vocês as minhas opiniões a respeito desta obra.
Neste segundo volume vemos que o mago Stanislaus Pym esconde os três irmãos no Lar Edgar Allan Poe para Órfãos Incorrigíveis e Desamparados, mas logo eles são descobertos pelos seus inimigos e, com isso, vão começar a busca pelo segundo livro.  

Nesta aventura, Kate é levada para o passado e acaba por conhecer um pouco mais do Magnus Medonho, um mago super poderoso que deseja utilizar o poder dos livros para dominar o mundo. Já no presente, Michael e Emma nos fazem ter boas risadas com suas ótimas tiradas e comentários, eles também estão fazendo a sua parte em busca do livro e, portanto, encontramos bastante aventura, principalmente porque a busca deles os leva até Declan Rourke, o assistente do Magnus Medonho.

As crianças estão mais fortes, mais destemidas, e ainda conseguem nos cativar com o jeito de ser de cada uma delas. Neste volume encontramos elfos, dragões, magos etc., e cada cenário é incrível e de tirar o fôlego. 

Ainda vemos que são crianças em busca pelos pais, mas agora eles também têm o objetivo de salvar o mundo sem perder suas próprias características. Neste volume também encontramos diversas revelações, que nos fazem entender um pouco mais sobre a história e o motivo dos irmãos serem tão especiais.

A capa é muito bonita, do mesmo estilo do primeiro livro, seguindo um padrão, fazendo com que a gente reconheça que faz parte da série só de olhar para ela (a capa conta com uma ilustração que acho linda), e a diagramação está perfeita, com letras e um espaçamento em tamanho confortável para a leitura, fazendo com que a gente leia por mais tempo sem cansar a vista. Outra coisa legal é que as páginas deste segundo volume são amarelas, diferente do primeiro volume, onde eram brancas.

A narrativa é rápida, fluida, e consegue nos prender o tempo todo com personagens cativantes e uma trama de tirar o fôlego. O autor realmente consegue passar para a gente uma história rica e cheia de mistérios e ainda misturar situações do passado e do presente com grande maestria, trazendo um livro mais dinâmico e incrível, já que assim a gente conseguiu entender várias dúvidas do passado, que ficavam na nossa cabeça desde o primeiro volume, de uma forma super gostosa já que vivenciamos a história junto de Kate.


Recomendo esta grande aventura para todas as pessoas que gostem de um bom livro com uma história surpreendente, que não fica parada nem por um segundo, e que consegue nos prender na leitura sem conseguir tirar os olhos das páginas, com uma narrativa rápida, leve e fluida e uma história com um plano de fundo cheio de magia, ação e mistério.

Avaliação






Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. Não conhecia este livro, nem o autor. Mas a capa é linda e adorei sua resenha!
    Adoro quando me perco nas páginas de um bom livro e ainda mais quando envolve magia, mistério e ação! Mais um para minha listinha!

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://www.facebook.com/rockanapcm/posts/655338147837326?stream_ref=10

      Excluir
  2. Fiquei encantada com a estória que você me apresentou. Não esperava gostar tanto assim. vou tentar ler e depois te digo se amei ou não. Mais pelo pouco que li aqui, com certeza vou adorar. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://www.facebook.com/elizabethmachado.salles/posts/557694254328925?stream_ref=1

      Excluir
  3. Eu simplesmente amo quando uma série segue um mesmo padrão de capa, mas claro que ela tem que ser bem trabalhada e não feita de qualquer forma como fizeram com as capas pretas da série da Bella Andre "Os Sullivans".
    Sinceramente, eu julgo um livro pela capa, mas eu tenho uma explicação para isso... Eu penso o seguinte: se a editora não se deu ao trabalho de nem ao menos selecionar bem a capa para ser usada no livro, porque ela se importaria em fazer uma boa tradução?
    Eu gosto de um livro que tem uma narrativa rápida, faz com que a leitura fique mais gostosa!
    Nunca tinha ouvido falar dessa série, mas agora fiquei bem interessada.

    E-mail: jejeg8@gmail.com
    Blog: http://worldbehindmywall.fanzoom.net/
    Twitter: https://twitter.com/Blog_WBMW

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://www.facebook.com/jessy.gomes.16/posts/446487225495128?stream_ref=10

      Excluir
  4. Não conhecia essa serie, mas ela parece ser muito boa mesmo, já que você leu o livro em poucas horas. Já estou procurando uma resenha do primeiro livro e estou ansiosa para ficar tão empolgada quanto você ficou!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. https://twitter.com/brunaasouza/status/454830267862376448

      Excluir