Caçadora de Unicórnios – Ordem da Leoa #01 – Diana Peterfreund

Quando fiquei sabendo que mais um livro de Diana Peterfreund iria ser lançado aqui, em terras brasileiras, fiquei morrendo de vontade de ler. Primeiro porque amei suas outras obras lançadas aqui no Brasil, a série com o título de Sociedade Secreta (Confira as resenhas de "Ritos de Primavera" e "Escolhas de Formatura"), segundo porque amo a escrita da autora, e terceiro porque Caçadora de Unicórnios tinha uma premissa super interessante e fiquei morrendo de vontade de ler sobre os unicórnios da autora.
Diferente do que estamos acostumados, com unicórnios fofos e doces, que são criaturas mágicas que lembram significados como amor e amizade, os unicórnios de Diana são criaturas horripilantes, que comem todos os tipos de carne (inclusive a humana), que matam por matar, e além de tudo contam com a ajuda do veneno em seus chifres para capturar suas presas.
Em “Caçadora de Unicórnios” conhecemos Astrid Llewelyn, uma adolescente de apenas dezesseis anos, que está no ensino médio e é uma estudante muito aplicada, uma vez que, além de estudiosa e apaixonada por medicina, ela pensa até mesmo em ser voluntária de um hospital. Astrid é uma garota normal, porém sua mãe, Lilith, é uma mulher extremamente macabra, que vive contando história sobre unicórnios malvados que são sanguessugas, que seus ancestrais viajavam para caçar estes monstros, e guarda consigo um vidrinho que pode curar o veneno desses animais.
Nossa protagonista, a princípio, acha que sua mãe é louca e frustrada, pois acabou tendo ela antes do que deveria, mas após a se deparar com um desses seres, ela percebe que tem mais verdade no que sua mãe contava do que ela imaginava. E sua vida toma um rumo totalmente diferente do que ela esperava. Ela acaba se mudando para Roma, e muitos de seus pesadelos se tornam realidade.
A narrativa é em primeira pessoa pela visão de nossa protagonista, o que foi bem legal, já que assim conseguimos acompanhar tudo que ela estava passando, com uma perspectiva de seu ponto de vista. Gostei muito de Astrid e de vê-la evoluindo e se tornando uma personagem diferente do começo do livro, mais forte.
 A história também conta com várias cenas de ação, que não deixam o livro ficar parado nem por um minuto, mas mantém um tom bem engraçado que me fez rir bastante, e ainda trás outros elementos que nos prendem do início ao fim, como o tema bem sobrenatural e com um romance quase que proibido, que eu adorei.
Achei bem interessante que a autora soube descrever os cenários muito bem e fiquei com muita vontade de conhecer tudo aquilo (tirando os unicórnios assassinos, óbvio hahaha), além disso, ela utilizou mitologia e História como pano de fundo, deixando a trama com um ar mais plausível, como se aquilo tudo tivesse mesmo sido real.
A capa é super bonita e representa bem o livro, as páginas são amarelas e a fonte está bem espaçada fazendo com que a gente consiga ler por mais tempo, sem cansar a vista. Na orelha de trás do livro tem um marcador com um desenho de uma adaga para a gente recortar, que eu achei bem legal. Claro que eu não vou fazer isso, pois minhas habilidades com a tesoura não são as melhores e eu provavelmente estragaria o livro, mas quem é mais habilidoso do que eu pode aproveitar o marcador.

Recomendo esta leitura para todas as pessoas que gostem de um livro com uma pegada sobrenatural, que trás um mundo como nosso, mas com coisas a mais acontecendo como se nós não soubéssemos. Além de tudo, esse volume nos encanta com sua história surpreendente que nos prende do começo ao fim e, quando chegamos ao final, nos deixa com um gostinho de quero mais. Já estou ansiosa para ler a continuação!
Avaliação



>> Esse post está participando do Top Comentaristas Nº 18 - FORMULÁRIO 
>> Comentários nesse post podem valer livros! Participe do Fim de Semana Especial Galera Record!


Comente com o Facebook:

14 comentários:

  1. Muito esclarecedora a sua resenha porque eu já tinha lido algo a respeito do livro mas não sabia que tinha todo esse pano de fundo com história e mitologia. Achei fantástico o enredo mas tenho que dizer que pra mim ainda é difícil imaginar os unicórnios como criaturas más ... acho que só mesmo lendo o livro para ver esse outro lado desses bichinhos. Gosto muito de sobrenatural e parece que a história tem elementos de fantasia suficientes para prender o leitor. Muito bom saber que a história tem muita ação, isso torna a leitura bem mais interessante. Mais uma resenha muito bem feita.

    vanildarm@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. AAAAAAAAAAAAAAAAAAAH unicórnios? como assim unicórnios? Cara eu estou me sentindo ameaçada, vou fugir pras colinas. Toda essa surpresa por que? Bem, eu sou um unicórnio HAHA é assim chamado quem tem uma conta no Tumblr, uma plataforma de blogs incrível. E já pelo titulo eu quero o livro e ler a resenha me faz querê-lo ainda mais. Só avisando que eu sou uma unicornia boa u-u fro_thielly@hotmail.com

    ResponderExcluir
  3. Acho a escrita da Diana adorável. Em zumbis x unicórnios conheci um pouco sobre o universo criado por eles e e seres. Achei super legal a ideia do livro e toda a mitologia envolvida, sou fã de mitologia das mais variadas, pela resenha percebi que o livro é bem rico nela e que super vale a pena conhecer esse universo criado pela Diana. Outra coisa que achei legal foi a protagonista pelo pouco que vi acho que vou gostar dela. =)

    https://www.facebook.com/blogprofanofeminino
    profanofeminino@gmail.com

    ResponderExcluir
  4. Eu jamais pensei que colocar os pobres unicórnios com maus, eles são seres tão puros e lindos, mas talvez seja ai o interessante do livro. Eles são raros em livros, então espero que alguém tb os explore na sua forma original, afinal unicórnio é um elemental, e é amor S2!

    A capa é bonita mesmo!
    Está na lista de espera de compras e consequentemente de leitura.

    Miquilis: Bruna Costenaro (http://www.facebook.com/bruna.costenaro)

    ResponderExcluir
  5. Chance Extra – Estou participando do twitter da Editora Galera Record: @BruFinland

    ResponderExcluir
  6. Nossa! Não imaginava essa história nunca! Adorei a resenha!

    Tbm me encantei com a capa, tenho certeza de já tê-la visto, mas não me lembro onde, são tantos livros que esqueço! hahahahaha
    Nunca li nada da autora, mas gostei da sua resenha e é mais um que entra para minha listinha. Não sou muito chegada em unicórnios, ainda mais se forem fofos, mas pelo que entendi, este livro tem tudo para ser sangrento e eu adoro isso! *-*

    bjo bjo^^

    rockanapcm1@gmail.com
    https://www.facebook.com/rockanapcm?ref=tn_tnmn

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. “Chance Extra – Estou participando do facebook da Editora Galera Record”

      Excluir
  7. A primeira vez quando li a resenha sobre este livro fiquei muito espantada, pois não consigo imaginar unicórnios sendo cruéis e sanguinários, afinal de contas, eles são sempre espelhados como aqueles seres brancos e fofinhos que dá vontade de abraçar e fazer carinho... Bem, mesmo assim parece ter um enredo bem interessante, porém não sei se eu algum dia irei reler, não quero acabar com a visão que eu tenho desses seres mágicos lindinhos!!

    ResponderExcluir
  8. “Chance Extra – Estou participando do facebook da Editora Galera Record”

    ResponderExcluir
  9. Opa falou em sobrenatural ai?
    Simplesmente estou apaixonada pela sua resenha, o livro me deixou extremamente curiosa além de uma bela capa ainda aborda um assunto diferente de tudo que já li!!
    Unicórnios!! E ainda por cima do mal!!!
    Estou empolgada em conhecer mais um pouco sobre essa caçadora diferente!!
    Beijos
    https://www.facebook.com/suzii.andrade

    “Chance Extra – Estou participando do facebook da Editora Galera Record”

    ResponderExcluir
  10. Adoro a Diana..Sou louca por Sociedade Secreta, quando vi que a Galera (EU AMO VCS) iria trazer Caçadora de Unicórnios nem surtei né ? A Diana consegue fazer histórias tão diferentes e bem construídas que não TEM como não se apaixonar por elas.. Estou louca pelo livro .

    ResponderExcluir
  11. A capa me encantou, mas o título foi o que me fez fuçar toda net atrás de resenhas sobre esse livro. Afinal de contos, seres mitologicos são uma de minhas paixões...Quando vi que era Diana a autora ae que quis saber mais e pelo que tenho lido, inclusive na sua resenha, Diana se superou...Só pelos unicórnios serem assassinos me ganhou , pois é algo novo e super intrigante. parabéns pela resenha.Adorei.

    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. “Chance Extra – Estou participando do facebook da Editora Galera Record”

      Excluir
  12. Estou muito empolgada em ler essa obra =D
    Ver os unicórnios dessa maneira vai ser demais... temos uma visão de fofinhos e somos surpreendidos dessa maneira, hehe.

    ResponderExcluir