Fablehaven- Onde As Criaturas Mágicas Se Escondem #01- Brandon Mull


Oito anos atrás eu me apaixonei pela escrita de Brandon Mull, no livro Fablehaven- Onde As Criaturas Mágicas Se Escondem, publicado pela editora Rocco. Mas com os preços salgados da editora eu nunca conseguia comprar os outros livros da série, até a submarino fazer a boa surpresa de colocar as continuações em promoção, mas tantos anos depois já não me lembrava da estória com detalhes, então a releitura foi inevitável.

Após a morte dos avós, os irmãos Kendra e Seth foram obrigados a ir para a casa de seus outros avós para que os pais realizassem o último desejo dos falecidos avós, uma viagem de navio.  Mas estes avós são estranhos aos dois, e a casa isolada nunca foi visitada antes. Ao chegar a fazenda alguma coisa parecia fora do lugar, a avó parece ter viajado, os funcionários do lugar são misteriosos. Além de uma estranha restrição de não ir a floresta, muito menos ao estábulo. Seth entretanto não gosta de seguir regras, e após provar um pouquinho de leite, ele passa a ver fadas por toda parte, e um novo mundo se abre para estes irmãos.

Como da primeira vez que li, a narrativa realizada em terceira pessoa de Mull é encantadora, e nos faz viajar para dentro desta reserva de animais fantásticos e criaturas mágicas. Com um tom infanto-juvenil acompanhamos as aventuras dos irmãos para descobrir o que é a fazenda que seus avós moram, assim como quem são eles que nunca interagiram com os netos e agora parecem dispostos a compartilhar suas vidas.

A ideia de uma reserva para estas criaturas é mágica e cria um mundo de possibilidades a ser explorado nesta série que conta com mais quatro livros, todos já publicados pela editora aqui no Brasil. Todo tipo de criatura surge na trama desde as clássicas fadas e brownies, até sátiros e um golem. Demonstrando conhecimento a cerca das mitologias envolvendo estes seres o autor conseguiu juntá-las com muita inteligência, ao mesmo tempo que cria um problema a resolver que conecta toda a família. As personalidades únicas de cada um destes seres são exploradas o que trás muita cor e envolvimento.

Seth o irmão mais novo é o típico garoto insuportável, já que não é capaz de seguir regras e menos ainda de fazer o que lhe é pedido. Por vezes é cansativo porque é a partir dele que as coisas começam a dar errado. Mas é também através de sua ousadia e persistência que outras coisas também começam a se encaixar. No fim ele é apenas uma criança curiosa descobrindo o mundo.

Kendra, a mais velha já tem uma personalidade certinha e estudiosa, procura respeitar os pedidos do avô, mas quando o irmão começa a aprontar ela também passa a quebrar suas regras para ajudá-lo. Mesmo na necessidade ela sofre um conflito interno para quebrar regras, e já está deixando a infância para trás, o que também a deixa em uma posição de busca no mundo.

Os avós Soreson são muito divertidos, com personalidades diferenciadas do esperado, e com isso acrescentam um toque único para a narrativa que embora soe comum, segue caminhos muitos próprios com um ritmo contagiante que flui tão rápido que mal sentimos quando a leitura acabar. As páginas nos instigam a ler cada vez mais, já que não entregam rapidamente as informações, é tão aos poucos que tudo é apresentado que chega a existir um ar de mistério em boa parte do livro.

Lena, a caseira tem uma estória de vida muito interessante, além de ser o tipo de pessoa que desperta a vontade de conhecer e ter por perto. Repleta de talentos e estórias para contar, ela ajuda o avô Soreson na ausência da esposa.

O livro conta com um edição muito bonita, com belas ilustrações, além de um tamanho diferenciado que o deixa mais bonitinho ainda! 

Fablehaven é um convite para uma boa fantasia, repleto do que um bom livro do gênero deve ter, é delicioso e nos deixa apenas uma vontade certeira, a de ser necessário conhecer este lugar em todinho o mais breve possível, por isso A Ascensão da Estrela Vespertina que me aguarde porque preciso continuar neste mundo mágico!



Avaliação















Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário