Engano Irresistível - Vi Keeland

Rachel viu Caine West pela primeira vez num bar. Quando ele notou que ela o estava encarando, sorriu e veio conversar e a abordou com uma cantada fraca. Ela logo falou boas verdades para ele, colocando-o em seu lugar. Afinal, esse homem era o grande responsável pelo sofrimento de sua melhor amiga, já que tinha saído com ela, feito a moça gostar dele e a levado para cama sem nunca mencionar que era casado.
Como Rachel não poderia ficar calada, despejou tudo o que estava sentindo por ele. Até descobrir que na verdade aquele homem não era o verdadeiro responsável por ter saído com sua amiga e a enganado. Para não passar uma vergonha ainda maior, ela decide ir embora de fininho sem nem pedir desculpas, afinal nunca mais o veria novamente.
Mas parece que Rachel estava completamente enganada, afinal ele é ninguém menos do que o professor West, de quem ela vai ser assistente por conta de seu mestrado em Terapia Musical. É claro que esse envolvimento entre eles vai dar o que falar, principalmente depois que notarem que a química entre os dois é forte e a personalidade de um atrai muito o outro. Porém, se um segredo vir à tona pode acabar estragando tudo.
Desde o primeiro livro que li de Vi Keeland, fiquei apaixonada por sua escrita, trama e personagens. Desde então, sempre que um de seus títulos é publicado no Brasil eu já corro para adquirir meu exemplar para lê-lo o quanto antes. Com isso, Vi já entrou para a minha lista de autoras preferidas de todos os tempos! Esta já é a sexta obra que leio dela e, assim como as outras, fiquei encantada, suspirei e desejei por mais.
Primeiramente o que eu mais gosto em sua forma de contar uma história é que ela sabe se aprofundar nos acontecimentos, desenvolve bem os personagens, traz crescimento da trama e nos apresenta a protagonistas incríveis – os dois. E é tudo muito real, leve, divertido, com uma pitada de drama e superação. A construção da história é muito bem feita, você se sente inserido naquele universo e nas vidas dos personagens, consegue sentir junto com eles e também entende o que estão passando, sentindo e vivendo. Nada é forçado ou feito só para encaixar, pelo contrário, tudo ocorre de maneira bem natural.
O relacionamento do casal, por exemplo, é maravilhoso. Tudo acontece no tempo certo e de uma forma apaixonante. Eles não se amam perdidamente depois de se conhecerem pela primeira vez, não. O interesse existe, mas um começa a conhecer melhor o outro além da questão física. Eles passam a se interessar pela personalidade alheia, pela sua forma de encarar a vida e agir, pela sua individualidade. E isso é realmente muito gostoso de acompanhar.
Outro ponto que gosto de comentar é sobre a parte sexual da trama porque muitas pessoas necessitam saber sobre o assunto antes de começar uma nova leitura, já que atualmente existem inúmeras opções no mercado com cenas quentes e explícitas. Muitos leitores escolhem um livro justamente porque querem encontrar esse tipo de cena na história, enquanto outros fogem de obras assim. O que posso dizer sobre qualquer uma das obras de Keeland, incluindo esta daqui, é que os trechos sexuais ocorrem de forma natural e também não são frequentes, o que pode satisfazer os dois tipos de leitores. Os primeiros porque é bem sensual e romântico, e o segundo porque como são poucas páginas e não atrapalham em nada se a pessoa não quiser lê-las, basta pulá-las e avançar na leitura tranquilamente porque não vai perder absolutamente nada.
Mesmo que pareça que já lemos histórias semelhantes por aí, Vi consegue nos apresentar algo novo e interessante, que acaba mexendo com a trama e a vida dos protagonistas. Gostei bastante de como as coisas foram apresentadas nesse volume, fazendo com que a gente tivesse a oportunidade de conhecer melhor os passados dos dois personagens e assim entendê-los melhor no presente.
Também adorei o mistério da obra, que nos deixa curiosos para saber mais sobre tudo, e a maneira como ela interligou alguns detalhes, fazendo com que a gente fique ansiosa para saber mais sobre isso e o desfecho da questão, que não foi trabalhada e superada levianamente, assim como acontece na vida real.
Além disso tudo, o pano de fundo trabalhado pela autora é sensacional. Rachel trabalha com Terapia Musical e faz um projeto bem bacana para ajudar o próximo, assim como espera fazer mais nessa área no futuro. E ela também abordou alguns assuntos bem importantes, alguns deles pesados, assim como as consequências dos mesmos.
A narrativa é em primeira pessoa e acompanha Rachel no presente na maior parte do tempo. Porém, também temos a chance de acompanhar o passado de Caine através de capítulos protagonizados por ele quando era adolescente, quinze anos atrás.
A parte musical também foi trabalhada de uma forma bem bacana, fazendo com que a gente sinta o que eles estão vivenciando em diversos momentos. Os diálogos são ótimos, divertidos, afiados e interessantes. Há outros personagens que merecem destaque, como Charlie, um veterano da polícia que é dono do O'Leary, bar onde Rachel trabalha, que é como um pai para ela, sempre protegendo-a e tratando-a muito bem.
Uma coisa que achei muito legal é que a obra tem uma ideia de que ainda existem, sim, pessoas que são como anjos no mundo, que querem ajudar o próximo e podem até mesmo fazer uma grande diferença na vida de outro alguém. E que a esperança é algo que podemos cultivar por pior que as coisas estejam, já que existe a possibilidade de que a gente saia daquilo, supere fases horríveis da vida e consiga dar a volta por cima, encontrando felicidade no futuro.
Como uma narrativa sensível, divertida, leve e emocionante ao mesmo tempo, personagens simplesmente maravilhosos e admiráveis, um pano de fundo muito bem trabalhado e um casal apaixonante que nos faz suspirar em diversos momentos, “Engano Irresistível” definitivamente merece um lugar especial na sua estante. Mais uma vez Vi Keeland me conquistou, mantendo-se num cantinho especial do meu coração e na minha lista de autores favoritos da vida.
Avaliação



Comente com o Facebook:

Um comentário:

  1. Oi!!!!
    Fiquei super interessada pelo livro, parece ser ótimo!
    Vou colocar na lista ;)
    Bjs

    ResponderExcluir