Jane Austen Roubou Meu Namorado: Um Diário Secreto - Jane Austen #02 - Cora Harrison

Jenny Cooper pôde encontrar o amor e viver este sentimento tão especial com o capitão da Marinha Real, Thomas Williams, graças a ajuda de sua prima para lá de especial e determinada, Jane Austen, que é uma especialista em questões do coração – apesar de ela própria não ter vivido ainda uma experiência semelhante à de Jenny.
Só que nem tudo são flores e algumas coisas estão no caminho destes dois antes que eles possam viver a tão desejada felicidade juntos. E no meio de bailes e danças, viagens e encontros, esses jovens vão viver algumas divertidas aventuras. Mas precisam ter muito cuidado com o que dizem e o que fazem, afinal uma boa reputação, quando perdida, acaba para sempre. E Jane, com sua personalidade sagaz e destemida pode acabar virando fofoca pelos motivos errados.
Desde que li o primeiro livro desta duologia, “Eu fui a Melhor Amiga de Jane Austen” (clique no título para conferir minha resenha), lá em 2014, fiquei desejando que a Rocco publicasse a continuação para eu poder embarcar novamente nessa trama junto com personagens tão amáveis. É por isso que não me contive de felicidade quando, finalmente, essa publicação foi anunciada e eu poderia dar continuidade na minha leitura das obras criadas por Cora Harrison. E é claro que, assim que pude, li, me apaixonei e fiquei encantada com mais um trabalho da autora.
Como no primeiro volume, a narrativa é feita em primeira pessoa sob o ponto de vista de Jenny Cooper, que está nos contando os acontecimentos que vivencia através de seu diário (na maioria do tempo). Gosto muito dessa forma de ler uma obra, pois nos aproxima da protagonista e nos faz entender perfeitamente bem seus sentimentos e modo de agir. Além disso, em alguns capítulos temos a possibilidade de acompanhar a trama por fora das páginas do diário, então vemos algumas cenas no momento em que ocorrem, também narradas sob a perspectiva de Jenny. Curti acompanhar essas situações também, pois temos a oportunidade de ver algo mais amplo e nos sentimos naquele cenário, junto com os personagens.
Adoro a Jenny, que é uma menina ingênua, fofa, dona de uma personalidade boa e calma, tímida e romântica. Gosto muito de sua visão de mundo e o que espera da vida. E conhecemos o seu oposto através da prima, Jane Austen, que, apesar de não ser a protagonista, é uma personagem que aparece muito e tem grande importância na trama e no desenrolar dos fatos, e é, definitivamente, a melhor! Me divirto muito com ela, sua língua afiada, raciocínio rápido, coragem e determinação. Podemos facilmente notar sua inteligência, ousadia e bom humor, e também aquela sua vocação para a escrita, já que sempre está criando histórias e enredos.
Outros destaques são os pais de Jane, Thomas Williams, que é o noivo de Jenny, Eliza de Feuillide, prima de Jane que é dona de uma personalidade divertida, marcante e alto astral, e, o melhor de todos, Harry Digweed, que é um jovem sensacional e super apaixonante, que tem grande relevância em diversos momentos.
Os romances presentes nesse volume também são de fazer suspirar, apesar de não ter tantas cenas românticas. Jenny e seu amado Thomas, que tiveram que passar um bom tempo separados por conta de seu serviço como militar e da família dela, que não queria que eles ficassem juntos simplesmente porque sua cunhada era insuportável e encontrava problemas onde não havia só para poder atrapalhar a vida de nossa protagonista. Também amei o casal Jane e Harry, mesmo que não tenhamos acompanhado nada intenso entre os dois e acho que eles combinavam perfeitamente. Não vou me aprofundar muito a respeito dos dois porque é muito mais legal ver “ao vivo”.
Só não gostei muito do título, porque acho que passa uma ideia completamente errada da leitura. Sei que até tem uma explicação aceitável para ele, mas acho que a autora poderia ter escolhido algo melhor e que tivesse mais a ver com a trama em si. E não parecesse ter essa ideia errada da tão amada Jane.
Uma das minhas coisas preferidas nessa obra é saber que ela tem base em fatos reais da vida de Jane Austen e pessoas ligadas a ela, principalmente porque nos deixa mais próximos de tudo e ainda dá uma sensação gostosa de conhecer um pouco mais dessa autora tão querida, ainda que essa trama tenha sido ficcional e a maioria das coisas seja só especulação da autora. No final do exemplar, temos a oportunidade de saber um pouco mais do processo de pesquisa de Cora, através da Nota da Autora, e fiquei com aquela vontade de eu mesma ter uma experiência semelhante à dela, o que, infelizmente, é inviável para mim, já que moro bem longe e não tenho os recursos necessários para o mesmo.
A edição da Rocco Jovens Leitores está um verdadeiro arraso! Começando por essa capa sensacional que foi produzida aqui, que é linda e fofa ao mesmo tempo. A versão impressa conta com capa em soft touch (textura aveludada), verniz localizado no título e ilustrações, e páginas amarelas. O texto possui diferentes diagramações, dependendo da ocasião (diário ou ações diretas), mas ambas são confortáveis para uma leitura agradável. O único ponto que me incomodou é que a edição original conta com ilustrações no miolo, feitas pela protagonista Jenny, que também apareceram no primeiro volume aqui e no exterior, mas no segundo livro foram cortadas, e não entendi o porquê. Até há alguns desenhos pequenos no início dos capítulos, mas nenhum dos “feitos” por Cooper.
Como este é o segundo volume da duologia, eu acho mais bacana ler após o primeiro livro, visto que tem uma continuação do romance entre Jenny e Thomas e também da trama em si. Eles até podem ser lidos e entendidos separadamente, sim. Porém, por esse motivo, acho melhor e mais completo se ambos forem lidos. E, caso o façam, que seja na ordem de publicação.
“Jane Austen Roubou Meu Namorado” é uma história bem fofa, divertida, leve e descontraída, que nos faz embarcar numa viagem ao passado, onde podemos conhecer a energética Jane Austen, dona de uma língua afiada e personalidade marcante, na sua juventude, vivenciando aventuras junto com sua tímida e doce prima Jenny Cooper, visitando pessoas, frequentando bailes e vivendo momentos divertidos com seus amigos, enquanto vivenciam romances de aquecer o nosso coração.
 Avaliação



Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário