O Céu está em todo Lugar – Jandy Nelson


A jovem Lennie Walker, de 17 anos, nunca tinha decepcionado ninguém. Ela tocava clarinete na banda da escola, era apaixonada por literatura (seu livro favorito era O Morro dos Ventos Uivantes) e vivia uma vida feliz ao lado de sua irmã Bailey, de sua avó e de seu tio Big. Tudo muda em sua vida quando Bailey morre repentinamente por causa de uma arritmia com apenas 19 anos.
Lennie e Bailey foram abandonadas pela mãe quando Lennie tinha um ano de idade. A avó das duas meninas então as criou, sempre dizendo que um dia sua filha (e mãe de Lennie e Bailey) iria voltar. Dessa forma as meninas cresceram, tendo uma à outra como melhor amiga. Bailey era a pessoa que Lennie mais amava; por isso Lennie não soube como agir depois que perdeu a irmã.
Bailey era brilhante, o tipo de pessoa que chama a atenção por onde passa, e Lennie sempre se escondeu atrás da irmã, que sempre foi o centro de sua vida. Assim, quando Bailey morre, Lennie não sabe como seguir em frente e assumir o papel de protagonista na sua própria vida.
A dor é tão grande que Lennie se fecha, evita conversar com sua avó e com seu tio Big e desiste da disputa para fazer parte da primeira fila na banda onde tocava. Devido a essa tristeza que a ausência da irmã lhe causa Lennie não consegue entender como o tempo continuou a passar depois que Bailey se foi.
A única pessoa que parece sentir a mesma dor de Lennie e que é capaz de consolá-la é o namorado de sua irmã, Toby. Depois que perderam Bailey, cada vez que se veem, Lennie e Toby parecem entender perfeitamente e compartilhar da mesma tristeza, assim acabam sentindo uma atração profunda um pelo outro, como se quando estivessem juntos pudessem sentir Bailey com eles.
Por mais estranho que pareça o relacionamento entre Toby e Lennie,  é assim que eles conseguem consolo. Confesso que tive certa dificuldade em entender o que levava Lennie a sentir tamanha atração pelo namorado de sua irmã morta (por esse motivo não gostei tanto da protagonista), mas ao mesmo tempo fica claro que eles faziam isso por amar demais Bailey e não de menos.
Em meio a toda essa situação um garoto novo se muda para a cidade com sua família, ele também é um músico talentoso e logo entra para a banda da escola. Esse garoto, cujo nome é Joe Fontaine,  vivia em Paris antes de se mudar e parece ter certo interesse por Lennie, insistindo para que eles toquem juntos.
Joe é o tipo de pessoa que irradia luz e leva alegria por onde passa e quando se aproxima de Lennie e de sua família parece tirar um pouco da tristeza de cada um deles cada vez que vai à casa da família Walker.
Lennie logo passa a gostar de Joe (é muito difícil resistir a ele!), que parece ter o poder de tirá-la da tristeza. Mas mesmo com o que sente por Joe, a atração por Toby continua acontecendo, o que coloca Lennie, que antes não tinha nenhuma experiência com garotos em uma situação bastante difícil.
Gostei muito de alguns personagens,  Joe com certeza foi o meu favorito, por ser um garoto fofo que faz de tudo para tirar Lennie de sua tristeza,  ele me conquistava cada vez que chamava Lennie de John Lennon (apelido que ele deu para ela). Assim como Lennie, fiquei Joelirante em diversas partes do livro. O tio Big é outro personagem marcante, ele fuma maconha e é um viciado em casamentos que já se casou cinco vezes. A Vovó também é uma personagem muito especial, que sofre pela perda de Bailey e pelo afastamento de Lennie.
“O Céu está em todo lugar” é um livro que fala sobre perdas, tristezas, mas também sobre como superar a dor, ou melhor, como conviver com ela. O trabalho da Editora Novo Conceito nesse livro é simplesmente maravilhoso. No livro todo temos bilhetes, poemas, frases e conversas que Lennie escreveu em diversos lugares, desde tronco de árvores até em papeis de bala. A capa do livro também é muito bonita, assim como sua textura.      



“Anos atrás, estava deitada no jardim de vovó e Big perguntou o que eu estava fazendo. Disse-lhe que olhava para o céu. Ele respondeu – Essa é uma concepção errada, Lennie, o céu está em todo lugar, começa aqui, aos nossos pés." (Pág.183).
O livro é muito bom e tenho certeza de que todas as pessoas que já perderam alguém que amavam vão compreender a tristeza de Lennie e se emocionar com esse livro. Leiam “O céu está em todo Lugar”, vale muito a pena!
“Minha irmã vai morrer todos os dias,  pelo resto da minha vida.  A dor dura para sempre. Não desaparece nunca; torna-se parte de nós, a cada passo, a cada suspiro. Nunca vai parar de doer, Bailey, porque nunca vou deixar de gostar muito de você. É assim que é. A dor e o amor caminham juntos, um não existe sem o outro. Tudo o que posso fazer é adorá-la e amar o mundo, imitar seus passos e viver com ousadia, força e alegria." (Pág. 390).
Avaliação




>> Esse post está participando do Top Comentaristas Nº 02 - FORMULÁRIO 




Comente com o Facebook:

17 comentários:

  1. O próprio título e a capa já me encantavam antes e tinham despertado a minha curiosidade, mas não tanto a ponto de querer ler o livro.
    Porém, depois de ler essa resenha fiquei mais curiosa, principalmente em relação ao Joe. ^^

    ResponderExcluir
  2. Uauu, já tinha visto o livro diversas vezes. Mas, sempre achei que faltava alguma coisa para dar aquela vontade de comprar.
    Sua resenha foi perfeita, amei!

    Com certeza vou ler.

    Beijos
    http://aoinfinitoealem.com/

    ResponderExcluir
  3. Sua resenha tá linda, parabéns.
    Eu amei o livro, é fofo, é tocante. Adorei.
    E a arte é linda demais, é o livro mais bonito que eu tenho. A editora está de parabéns!

    Beijos,
    Nayá
    @Na_Paiva
    I Have Things To Do

    ResponderExcluir
  4. Sou louca louca louca com esse livro desde que a Novo Conceito lançou. Você só me deixou mais doida pra ler!! hahah.
    Beijocas!

    ResponderExcluir
  5. Parabéns pela resenha Danielle! Já li O Céu Está em Todo Lugar e amei! Ele é perfeito! Beijos!

    http://www.newsnessa.com/

    ResponderExcluir
  6. Oii Thata :)
    Obrigadaaaa *-* Muito sucesso para você também!
    Obrigada, e o livro é ótimo mesmo! Leia sim ;)
    É melhor sim :D


    Eu acho tão bonita a capa deste livro que você resenhou :D


    toda-leitura.zip.net

    ResponderExcluir
  7. own *....*
    ta muito fofa está resenha :p
    gostei muito
    nunca pensei que iria querer ler tanto este livro
    e as fotos, gostei mais da segunda "o mundo não é um lugar seguro"

    ResponderExcluir
  8. jah li muitas resenhas sobre esse livro e sempre tive uma pontada de curiosidade pra ler, parece ser muuuuito bom! assim que surgir a oportunidade eu vou ler com crtz *-*

    --
    hangover at 16

    ResponderExcluir
  9. Amei a sua resenhaa!! Esse livro parece ser muito fofo *-*

    Ensinando a gente superar a dor das perdas e tristezas, paraa convivermos com ela... então é do tipo de leitura obrigatoria para a gente crescer como pessoa.

    Quero muitoo ler. E que fotos lindas também...
    A capa do livro é muito linda e chama bastante atenção.

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  10. O livro realmente parece ser muito lindo e fofo.

    Adoro esse tipo de leitura que toca no nosso coração e que nos faz refletir.
    Quero muito ler. A novo Conceito arrasou com a arte deste livro, já que ela está muito linda.

    Parabéns pela resenha que ficou incrível.

    Beijos

    ResponderExcluir
  11. Nossa, a-d-o-r-e-i a resenha! Esse livro é muito lindo mesmo. A NC está de parabéns pelo trabalho gráfico.
    Você me deixou ansiosa para comprar e ler essa história fantástica. Vai ser uma das minhas próximas leituras, com certeza. rsrs

    Beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  13. Esse livro é realmente tocante e muito bem escrito. Além disso eu adorei a capa, me lembra outono e tem uma certa melancolia.
    @mcrisaragao

    ResponderExcluir
  14. O meu lado psicóloga quer mto ler esse livro, e ver a versão do luto que foi desenvolvida, pq na verdade não costuma ser o tipo de livro que eu leio, sou a menina da fantasia, mas ao mesmo tempo sou a da curiosidade rs...

    Miquilis:

    Bruna Costenaro (bruheadbanger@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  15. Só o titulo já me emocionou...
    com certeza que esse livro vai para a minha lista de 2012...
    amei essa capa, muito linda.
    quero muuito muuito muuuuito ler esse livro...
    @drielymeira
    driely.meira@hotmail.com

    ResponderExcluir
  16. Tenho o livro mas ainda não li. A edição dele é realmente LINDA! Não lembro de outro livro que ache tão bonito internamente quanto esse.
    A história parece muito delicada também. A situação é bem sensível e, pela resenha, também deve me causar um certo... sei lá, desconforto. é uma situação difícil de imaginar e entender, a autora tem que ser boa para conseguir convencer os leitores dos sentimentos dos envolvidos.

    @gaveta_aband

    ResponderExcluir