A garota de papel – Guillaume Musso


Quando peguei “A garota de papel” para começar a ler não sabia nem a sinopse, já que recebi a prova e não vinha nada além da história e da capa, que por sinal é linda. Aí temos aquele ditado de não julgar um livro pela capa, mas dessa vez não dava nem para ser diferente e foi ela quem me inspirou a começar a leitura. Não posso negar que a curiosidade também foi um incentivo a mais.
O livro começa com trechos de jornais e revistas sobre Tom Boyd, um escritor famoso e responsável pelo livro best-seller “Memórias de um anjo”, que faz parte de uma trilogia e trouxe fama e ele. Também há trechos sobre Aurore Valancourt, uma pianista linda e enigmática que faz sucesso com sua música e com os homens. E, depois, há a junção da história dos dois. Essa foi a forma utilizada para entendermos, através da mídia, a vida amorosa do autor, que resultou em sua depressão e consequentemente no vício a drogas, remédios e bebidas. Até aí é uma história normal sobre um homem que, por ser autor de uma série muito famosa, ajuda a diversas pessoas que enfrentam problemas durante a vida, através de seus livros.  Além disso, mostra o lado humano dessa personalidade, o homem que sofre por amor e que muda sua vida e sua vontade de viver pela falta desse amor, que deixa de ser correspondido.
Ao mesmo tempo, conhecemos Milo e Carole, seus dois melhores amigos desde a infância, com quem Tom passou diversas situações – boas e ruins –, e os únicos em quem ele pode confiar plenamente. É aquele tipo de amizade onde um amigo faz tudo pelo outro, independente das consequências, e eles lutam até o final para não deixar Tom se autodestruir.
Até que surge a diferença dessa para uma história como outra qualquer: ele conhece Billie, uma das personagens de seu livro em carne e osso – ou se preferir, em tinta e papel versão 3D. Essa garota espirituosa, teimosa, curiosa, bem humorada e simpática acaba mudando o rumo de sua vida, antes mesmo que ele possa perceber.
O que Tom não poderia prever era que, no meio de tantas situações inusitadas em busca da salvação de Billie (que consiste em enviá-la de volta ao mundo imaginário das páginas dos livros), eles acabam criando sentimentos um pelo outro, sabendo que em breve terão que se despedir para sempre, afinal aquele não é o mundo dela, ela pertence à ficção e, portanto, não poderia viver na realidade.
A mistura de realidade e fantasia é incrível. Os dois mundos se unem com cenas intercaladas que deram bastante movimento à trama, com uma narrativa muito bem estruturada, com a figura do narrador em constante mudança – podendo ser um dos três amigos, ou outros personagens que aparecem durante a história. Gostei muito dessa forma de narrativa, porque conseguimos ver diversos acontecimentos simultaneamente, que se completam dando maior sentido a todas as peripécias vividas por eles.
Os personagens são maduros, e vividos. Passaram por situações bem difíceis quando eram mais novos e quase se transformaram em pessoas ruins na maioridade. Mas a amizade entre os três acabou sendo mais forte do que qualquer outra coisa e, juntos, conseguiram subir na vida e se transformaram em pessoas dignas, mesmo que tenham segredos obscuros em seus passados. Gostei bastante dos três personagens principais, e a forte e intensa amizade entre eles deu a impressão de realidade, como se o autor estivesse contando sobre a própria vida.
Depois de muitas reviravoltas, com um ritmo bem fluente, chegamos ao final do livro sem perceber. E é um daqueles finais totalmente inesperados. Não imaginava esse rumo para a história, mas gostei muito de como terminou.
Em cada início de capítulo há uma citação de alguma frase famosa que apresenta um conteúdo condizente com o que acontece no capítulo em questão. Uma curiosidade é que o autor faz diversas referências mundiais, inclusive brasileiras, e cita nomes famosos durante a leitura, como Ayrton Senna e Paulo Coelho.
Os personagens foram muito bem construídos e a história foi toda muito bem desenvolvida, não é à toa que o autor, Guillaume Musso, foi o escritor que mais vendeu livros na França em 2011. Super recomendado.
Avaliação



>> Esse post está participando do Top Comentaristas Nº 02 - FORMULÁRIO 



Comente com o Facebook:

16 comentários:

  1. Uau a capa é mesmo linda,
    este parece mega diferente dos que conheço :3
    gostaria muito de ler, acabei de coloca-lo na lista do skoob
    o jeito agora é esperar uma chance de ler

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Mayara! Tudo bem?

      Fico feliz que você tenha gostado do livro. Ele é bem legal mesmo.

      Ele também está no meu skoob!

      Obrigada pelo comentário!

      Beijos

      Excluir
    2. @Mayh_Fernandes
      yarasp71@hotmail.com

      Excluir
  2. Amei a resenha do livro!!
    Ele parece ser daquele tipo que nos prende do inicio ao fim.
    E que história diferente, nunca tinha lido algo deste estilo, onde a personagem aparece para o próprio autor...

    Quero muito ler sobre a amizade deles também. E que capa linda mesma.
    Quero muito esse livro, alias preciso dele kkkkk


    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Larissa! Tudo bem?

      Fico feliz que você tenha gostado da resenha, o livro é bem legal mesmo!

      Obrigada pelo comentário!

      Beijos

      Excluir
  3. Olá!
    Adorei sua resenha e me deixou mais curiosa para ler o livro.
    Comprei o livro semana passada e estou louca para ler. A capa é muito linda!!

    Bjinhs
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Vanessa! Tudo bem?

      Fico muito feliz em saber que você gostou da resenha! A capa é realmente muito linda!

      Espero que goste do livro tanto quanto eu.

      Obrigada pelo comentário!

      Beijos

      Excluir
  4. Adorei a sua resenha.
    Achei muito legal esse livro misturar realidade com ficção, de um jeito que ainda não li.

    Outro fato que gostei muito é que tem mais de uma visão no livro, adoro quando existem vários narradores na história.

    Estou doida para ler, ainda mais que a capa é tão linda.

    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Michele! Tudo bem?

      Fico feliz em saber que você gostou da resenha! É um livro bem legal mesmo.

      Também gosto quando tem mais de uma visão!

      Obrigada pelo comentário!

      Beijos

      Excluir
  5. adorei a história desse livro e a capa é linda!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Maria! Tudo bem?

      A capa é realmente linda. Fico feliz que você tenha gostado da história!

      Obrigada pelo comentário!

      Beijos

      Excluir
  6. Que resenha legal! Não conhecia esse livro ainda, mas fiquei bem interessada.
    Eu gosto de ler livros com personagens mais maduros e esse estilo de narrativa parece bem movimentada. Adorei!
    Obrigada pela dica rsrs

    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Lu! Tudo bem?

      Fico feliz que você tenha gostado da resenha e se interessado pelo livro.

      O livro é bem legal mesmo, tomara que você goste!

      Obrigada pelo comentário!

      Beijos

      Excluir
  7. Eu achava que esse livro não tinha nada demais, mas depois de tantas resenhas positivas eu tô curiosa para ler, mais um para lista, simples assim hahahaha

    Miquilis:
    Bruna Costenaro (bruheadbanger@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  8. Li algumas resenhas desse livro, e me interessei pouco, não o suficiente para colocá-lo na minha lista de 2012.
    Mas a capa é muito linda...realmente...
    @drielymeira
    driely.meira@hotmail.com

    ResponderExcluir
  9. Realmente, a capa é linda! Ele entrou na lista de desejados justamente por causa da capa - me chamou atenção na livraria e peguei para dar uma olhada na sinopse.
    Com a resenha super positiva então, não penso duas vezes. Gostei do enredo, é original. E, bom, ser o autor mais vendido da França em 2011 deve ter um bom peso né?

    @gaveta_aband

    ResponderExcluir