Desastre Iminente – Jamie McGuire

Travis Maddox, quando era muito pequeno, foi aconselhado pela mãe de forma muito sábia e carinhosa: "Um dia você vai se apaixonar, meu filho. Não se acomode com qualquer uma. Escolha a garota que não vem fácil, aquela pela qual você vai ter que lutar, e então nunca deixe de lutar por ela. Nunca...". Essas palavras lhe foram ditas pouco antes que ela o deixasse para sempre. Seu pai perdeu muito de sua essência junto de sua mulher, e foi um dos irmãos mais velhos de Travis quem ajudou a cuidar da família, o que inclui todos os seus outros irmãos pequenos também.
Em uma casa só com homens que adoram lutas e jogos de aposta, Travis aprendeu a lutar muito bem, conhecendo diversos tipos de adversários, afinal brigava com seus irmãos quando mais novos e cada um tem um estilo diferente de confronto. Musculoso, briguento e tatuado, ele é um exemplo perfeito de bad boy, além de ser muito mulherengo e não voltar para casa sem uma companhia feminina nova a cada saída.
Até que conhece Abby Abernathy, uma garota que se veste de maneira toda certinha e não cai facilmente em sua lábia, mas Travis sente que ela tem alguma coisa em seu passado que não revela, e que ela pode ser muito mais do que sua aparência sugere. Enquanto Abby tenta se afastar dele das mais diversas maneiras, Travis se sente entusiasmado a respeito dela, e, conforme eles passam mais tempos juntos, um sentimento que ele nem mesmo conhecia começa a surgir dentro de si.
 De repente Travis não consegue mais ver sua vida sem Abby, ela passa a ser mais importante do que ele poderia prever que alguém seria e percebe que era dessa mulher que sua mãe estava falando. Agora ele está disposto a fazer de tudo para que Abby também o ame, confie nele e queira passar o resto de sua vida ao seu lado, como é o seu próprio desejo.
Não há nenhum tipo de spoiler desse e nem do livro anterior, “Belo Desastre”, que já teve resenha aqui no blog, e para conferir basta clicar no título. Vale a pena ler a resenha do primeiro livro porque falo mais de outros pontos da história e de como foi narrada por Abby.
Esse livro é um tipo de continuação de “Belo Desastre”, mas na verdade você não precisa ter lido um para poder ler o outro, e a história não é passada após o final do primeiro livro, ela na verdade acontece no mesmo momento, só que sob o ponto de vista de Travis. Ou seja, você vai encontrar basicamente a mesma história, mas dessa vez nós acompanhamos outro protagonista, então vão aparecer cenas parecidas, só que com sua visão, e outras que são inéditas, que não pudemos acompanhar antes porque são coisas que o Travis faz sem a Abby.
O que posso dizer a respeito desse volume é que: 1- Foi confirmado, a escrita de McGuire é realmente ótima e ela consegue nos prender de uma maneira incrível, que nos faz ficar grudados na leitura de forma que não dá para largar, e isso aconteceu nos dois livros, mesmo eu já sabendo da história quando li esse segundo; 2- Travis é O cara, mesmo sendo cheio de defeitos (mas quem não é?!) bem marcantes, as suas características positivas se sobrepõem de uma maneira inexplicável, mesmo quando sentimos raiva dele, não conseguimos não o perdoar na cena seguinte, quando ele aparece todo mansinho e fofo. Ele é um personagem bem ambíguo, mas intrigante e totalmente desejável. Eu quero um Travis para mim, onde encontro?
Gostei demais de acompanhar esse lado da história, sob a visão de Travis. Só gostaria de enfatizar uma coisa, não é que você precise ter lido Belo Desastre para a história fazer sentido, mas vai entender e aproveitar a leitura melhor caso tenha lido. Porque algumas cenas são meio cortadas, dando a impressão de que são capítulos intercalados com o do livro anterior, como se fosse um livro só, com um capítulo narrado por cada um dos protagonistas. Entendo e aprovo o recurso da autora para não ficar tão repetitivo para quem for ler ambos os livros, mas reforço a ideia de que você deve ler na ordem do lançamento, primeiro Belo Desastre e depois Desastre Iminente (a menos que queira ler ambos juntos, intercalando-os). Além disso, a história desse acaba depois de como acabou “Belo Desastre”, já no futuro dos dois. Eu amei poder ler o que aconteceu depois, só me fez ficar ainda mais apaixonada por tudo.
O prólogo foi lindo, ao mesmo tempo em que foi muito triste, já que presenciamos um Travis pequenino quando perdeu a mãe, e mesmo já sabendo desse seu passado, acompanhar a cena no momento em que ela ocorreu faz toda a diferença. Só se preparem, porque as lágrimas são inevitáveis.
Eu realmente adoro a história de amor de Travis e Abby. Acho tão lindo e real o lado romântico do Travis, já que a autora soube explorar seu lado psicológico muito bem, conseguindo passar bastante os sentimentos e as angústias do personagem através de suas palavras. Dá para perceber (e admirar, admito!) o quanto ele ama a Abby, o quão feliz ele a quer fazer, o quão bem o relacionamento dos dois faz para ele, e dá para sentir seu desespero quando ele pensa que não tem chances com ela, ou que vai perdê-la. Jamie McGuire sabe usar as palavras muito bem, e não tem como não se apaixonar por Travis (pelo menos comigo foi assim).
“Abby era especial para mim desde o segundo em que pus os olhos nela, e tentei fazer com que ela soubesse disso a cada chance que tive.”
Também gosto muito desse ar de ingenuidade que vemos no personagem já que está conhecendo o amor pela primeira vez e não é fácil para ele, porque não é algo que poderíamos esperar de um homem como ele, e isso é surpreendente e só o faz ser um protagonista ainda mais rico e humano.
Só achei meio estranho o Travis saber descrever as roupas que Abby usa (como o nome calça skinny) já que, geralmente, homens não conhecem os nomes específicos das roupas. E acho que Travis não tem o perfil de que saberia.
Toda essa trama, além de nos prender do início ao fim, é sensacional. O leitor fica apreensivo o tempo todo, imaginando o que vai acontecer em seguida, como os personagens vão lidar com as situações que vão surgindo (e olha que são muitas, das mais variadas), sem conseguir desgrudar os olhos das páginas.
Adoro essa capa, ela tem tudo a ver com a linha da capa do primeiro volume, e tem todo aquele ar meio misterioso. Se eu não conhecesse a história, não saberia do que se trata só de olhar para ela.
Não posso comentar com certeza sobre a parte gráfica porque recebi a prova do livro, então não sei o que vai ser modificado ainda, mas se a diagramação for mantida, ela é simples e a fonte está em tamanho e espaçamento confortáveis para a leitura.
Com uma trama real, profunda, e bem desenvolvida, personagens maravilhosos e incrivelmente bem construídos, essa história de amor obsessivo escrita por Jamie McGuire definitivamente vale um lugarzinho especial na sua estante. E, por que não, no seu coração?
Avaliação



>> Esse post está participando do Top Comentaristas Nº 17 - FORMULÁRIO




Comente com o Facebook:

11 comentários:

  1. HA!!!!! Que fofo!!!! Eu tbm quero um Travis pra mim.... quem não quer neh? kkkkkkk

    Eu comprei este livro em ebook, mas ainda não consegui lê-lo. Já li BD e amei!

    Adorei a resenha!!! O Travis é mesmo O cara! kkkkk

    bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Gente quero muito ler esse livro. Adorei Belo Desastre e aposto que a versão do Travis é muito melhor. ^^ Gostei da resenha me deixou com ainda mais vontade de lê-lo.

    ResponderExcluir
  3. Ainda não tive a oportunidade de ler Belo Desastre mas já li muitas resenhas e tenho muita curiosidade, um romance intenso com personagens fortes e apaixonados.Gostei muito da resenha mas pretendo ler o primeiro livro para depois ler esse, Não vejo a hora de poder conhecer o arrebatador de coração que é o Travis, rsrsrs.
    Não gostei muito da capa desse segundo volume prefiro a do primeiro!!Acho que vou me apaixonar pela historia assim como a maioria um relato de primeiro amor em um garoto totalmente leigo no assunto já que o foco dele é uma certa "pegação" né!!
    Gostei muito
    Bjus

    ResponderExcluir
  4. Quando li Belo Desastre, estava sem nenhuma expectativa e me surpreendi de uma formá ótima. Gostei muito da história e agora estou na expectativa para ver como ficou tudo isso na visão do Travis, mas pela sua resenha, parece que funcionou muito bem.

    ResponderExcluir
  5. Ah a sua resenha só aumentou as minhas expectativas de querer ler o quanto antes Belo desastre rsrsrs. Tenho lido várias resenhas dele e já um tempão que quero comprar. Essa é a primeira resenha que leio de desastre iminente e é tão bom saber que é o lado visto pela perspectiva de Travis... Nossa acredite eu já gosto e muito desse personagem mesmo sem ler o livro... é que falam tanto dele rsrsrs :) Xero!1

    http://minhasescriturasdih.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Ainda não li Belo Desastre e confesso que só passei os olhos nessa resenha, mas fiquei MUITO MUITO curiosa então não pude deixar de dar uma olhadinha aqui rs.
    Fiquei com mais vontade de ler.

    Beijos

    Bru

    www.viagem-imaginaria.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Gostaria de agradecer sua visitinha em meu skoob e dizer que adorei o seu cantinho, já estou te seguindo, poderia seguir o meu e curtir minha fanpage também ? Iria me ajudar bastante =]

    Ficarei no aguardo
    E obrigada viu? Espero que possamos ser muito amigas
    bjokas

    lovereadmybooks.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  8. Apesar de não gostar de clichês (bem a história do livro parece bem clichê pra mim: bad boy conhece mocinha sem graça, eles se apaixonam, ela tenta fugir da atração que sente por ele.) essa é uma história que eu estou louca pra ler.
    Quero começar a ler New adults, e quero começar por este (não necessariamente por este, mas por Belo desastre), pois foi o primeiro do gênero que chamou a minha atenção.

    ResponderExcluir
  9. Belo Desastre é realmente um livro incrível e Desastre Iminente deve ser ainda melhor *u*

    ResponderExcluir
  10. Muito legal sua resenha e as palavras que escolheu para descrever o livro. Também concordo que tem que ser lido na ordem de lançamento.
    Impossível não gostar desse livro haha

    ResponderExcluir
  11. Os livros da Jamie McGuire são maravilhosos!
    Quero todos pra mim kkkkk
    Amei a resenha! Muito maravilhosa!

    ResponderExcluir