Como ser Popular – Meg Cabot


A vida de Stephanie Landry se tornou insuportável após um acidente na quinta série. Tudo culpa da Fanta Uva que ela derrubou na saia Dolce&Gabbana da garota mais popular do colégio, Lauren Moffat.
Cinco anos depois, Steph ainda sofre as consequências do incidente com a Fanta Uva. Para se vingar, Lauren criou as expressões “Não dê uma de Steph Landry” e “Isso é tão Steph Landry”, usadas sempre que alguém dizia ou fazia algo considerado ridículo. Durante cinco anos, as expressões foram se tornando muito populares na pequena Bloomville, mesmo que a maior parte das pessoas que as usassem não soubesse quem era Steph Landry nem que coisa tão terrível ela teria feito.
Sofrendo com essa rejeição por tanto tempo, Steph tem apenas dois amigos. Becca, uma garota que morava na fazenda e por causa da distância entre sua casa e a escola passou toda a quinta série cochilando nas aulas de Estudos Sociais, e Jason, amigo de infância de Steph, um garoto nerd e antissocial.
Lauren havia tirado todas as possibilidades de popularidade que Steph pudesse ter, ou pelo menos era nisso que ela acreditava antes de encontrar o livro, que tinha dicas valiosas para transformar em popular qualquer pessoa que as seguisse. Essa é a chance de Steph deixar de lado seu passado de rejeição e mostrar a todos o quanto ela é legal.
"Você é uma garota popular?
Você pode ser, basta fazer o mesmo que
as garotas populares fazem."
As garotas populares:
   ©   São respeitosas e educadas com todos.
   ©   Colocam-se no lugar dos outros e pensam em seus sentimentos.
   ©   São generosas em relação ao seu tempo e aos seus talentos.
   ©   São alegres e extrovertidas.”(Pág. 117)
Com o livro em mãos é que Steph decide deixar para trás seu passado como fracassada no colégio e fazer seu melhor para se tornar uma pessoa popular. O problema é que essa mudança repentina de atitude, somada ao novo visual de Steph, vai incomodar muita gente, até mesmo seu melhor amigo. Aos poucos, ela vai perceber que a popularidade no seu colégio não funciona exatamente como no livro.
“Como ser Popular” é um livro muito divertido. O próprio incidente com a Fanta Uva é prova disso, afinal, alguém já imaginou que derrubar refrigerante em outra pessoa poderia gerar cinco anos de desprezo?! Nunca tinha visto uma desculpa tão estranha e fútil para odiar uma pessoa por tanto tempo.
Os personagens principais também são divertidos e carismáticos, impossível não simpatizar com pelo menos um deles. A história é narrada pela própria Steph, que é uma adolescente muito engraçada, excelente na administração de dinheiro e curiosa, tanto que possui um “vício” muito incomum envolvendo seu amigo Jason.
“E eu pensei em quantas noites eu tinha dado boa-noite para ele, depois de termos passado o dia inteiro juntos no lago ou no cinema e entrado em casa e me sentado no banheiro escuro só para olhar para o quarto dele, como se nunca fosse suficiente o tempo que passávamos juntos.”
Jason é um fofo! Apesar de ser um pouco antissocial, ele gosta de observar as estrelas e sempre está lá para alertar Steph quando ela parece estar se esquecendo de quem realmente é por causa da sua recente popularidade. A reflexão sobre as vantagens e desvantagens da popularidade e sobre até onde algumas pessoas são capazes de ir para alcançá-la também é um ponto positivo do livro.
“Como ser Popular”, apesar de ser uma história previsível, é um livro que cumpre sua missão e diverte seus leitores. É um daqueles livros que podemos facilmente imaginar como um filme da Sessão da Tarde. Apesar de alguns clichês e da história um pouco batida, o livro vale muito a pena pelo carisma dos personagens e pela excelente narrativa da autora Meg Cabot, que é uma especialista neste tipo de história.
A narrativa da Meg prende o leitor na história, pois os pensamentos da protagonista e seu modo de ver as coisas são muito engraçados. Terminei a leitura em poucas horas, pois não consegui parar de ler até a história terminar. A diagramação também é muito bonita, principalmente nas páginas que retratam um trecho com as dicas do livro que Steph está lendo.
Eu gosto bastante dessa capa, muito por causa da mistura de cores, mas também por causa das dicas escritas em folhas de caderno e “pregadas” em um painel. Achei a ideia da capa muito legal!
Para quem está procurando um livro com uma história bem escrita, leve e divertida, recomendo a leitura de “Como ser Popular”.
Avaliação


>> Esse post está participando do Top Comentaristas Nº 07 - FORMULÁRIO



Comente com o Facebook:

11 comentários:

  1. Adoro os livros da Meg, são sempre boa aposta para se distrair. Esse eu ainda não conhecia, mas, agora com certeza vou querer ler.

    bjs

    http://mundofeitopordany.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  2. Nunca li nenhum livro da Meg, na minha lista só tenho a série Mediadora...Esse livro que vc leu eu nunca tinha visto, mas tb não faz nadinha meu tipo e nem me despertou vontade de ler. Parece mto raso não sei. Ser popular não é algo importante a ponto de ser um livro neh =P E sem uma sanguinho ou ser sobrenatural não dá hahaha!

    Sua resenha foi bem feita =]

    Miquilis: Bruna Costenaro

    ResponderExcluir
  3. Opaaa, esta na minha estante já!
    Adoro sua escrita Danielle, ela é gostosa de ler! \o
    Eu nunca li nenhum livro da Meg e apesar de já ter tido a oportunidade de comprar nunca o fiz. Quero muito ler O Diário da Princesa e outros dela, assim que puder vou comprar com certeza e passar um tempinho me divertindo!

    ResponderExcluir
  4. ah!!! Eu tenho esse livro, mas ainda não li.
    AMO a Meg s2
    Se ainda não seguiu convido-a para seguir:
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/
    Bjs

    ResponderExcluir
  5. ah!!! Eu tenho esse livro, mas ainda não li.
    AMO a Meg s2
    Se ainda não seguiu convido-a para seguir:
    http://eternamente-princesa.blogspot.com.br/
    Bjs

    ResponderExcluir
  6. Oie!
    Ainda não conhecia este livro, mas pelo que vi parece ser muito bom e divertido!! Adorei esta capa!!

    Bjinhs*
    http://diariodeincentivoaleitura.blogspot.com.br/2012/10/resenha.html

    ResponderExcluir
  7. Amo a Meg Cabot, já li muita coisa dela, mas esse ainda não. ]espero ler em breve.
    Parece ter a mesma narrativa leve e divertida típica da autora, o que já me deixa com muita vontade.

    Thais Vianna
    @dathais
    dathais@hotmail.com

    ResponderExcluir
  8. Tenho bastante curiosidade de ler esse livro, na verdade tenho vontade de ler qualquer livro - todos - da Meg.
    Acho essa capa fofinha, gosto dela.

    Beijos,
    Mandi - Book and Cupcake.

    ResponderExcluir
  9. Adoro a Meg Cabot, mas ainda não tive a oportunidade de ler esse livro :( ... Sem dúvida ele deve ser muito divertido! Parabéns pela resenha!

    Yara Werneck
    @My_Only_Reason
    yarinha101@live.com

    ResponderExcluir
  10. Gosto bastante da Meg, mas a história é previsível demais e isso é meio chato.

    Letras & Versos

    ResponderExcluir
  11. Nunca li nada da Meg Cabot, mas já li várias resenhas de seus livros, e a maioria são elogios. Confesso que já me interessei pela história, porquê o incidente foi com uma fanta uva, e a fanta uva é meu refrigerante preferido. Rsrsrs No mais, gosto de narrativas mais leves e divertidas.

    @_Dom_Dom

    ResponderExcluir