Tamanho 42 não é gorda – Meg Cabot


Eu li esse livro faz um bom tempo, tanto que a capa da minha edição infelizmente é a antiga, aquela branquinha que não combina com as continuações, que são maravilhosas.
Mas Meg é Meg e todos os livros dela passam a ser um desejo meu, assim que eu vejo o seu nome na capa. Claro que eu tenho os meus preferidos, mas todos os livros dela geralmente me agradam, pois amo o estilo dela de escrever.
Esse não foi diferente, apesar de não ser a minha série preferida e achá-la um pouco mais fraca do que as outras séries da autora, eu gostei.
O livro conta a história de Heather Wells, uma cantora de pop que com 15 anos virou sucesso entre os adolescentes. Ela também namorava o filho do dono da sua gravadora, o também cantor Jordan Cartwright.
Mas com o tempo ela não estava feliz, pois queria cantar as suas próprias canções e, por isso, resolveu tomar coragem e falar com o dono da gravadora os seus descontentamentos.
Tudo que ela conseguiu foi ser demitida. E para piorar tudo, Heather acabou flagrando seu noivo em situações constrangedoras com uma outra mulher, e sua mãe fugiu com seu empresário e todo o seu dinheiro para Argentina.
Agora ela vive uma vida normal, ganhou uns quilinhos a mais e acabou indo morar com o irmão de seu ex noivo (a ovelha negra da família, que não quis entrar para a banda de seu irmão, fez faculdade e ainda foi o único da família que apoiou o avô quando ele decidiu assumir que era gay).
Ela, então, resolve se candidatar a uma vaga para ser Inspetora do conjunto residencial estudantil da Faculdade de Nova York e é lá que se passa boa parte da história, já que uma garota morre ao cair do poço do elevador quando estava praticando ''surf de elevador''.
Será que a causa da morte dessa menina é mesmo uma brincadeira boba como “Surf de elevador”? E quando outra menina morre, Heather começa desconfiar que a causa da morte delas pode ir além disso e começa a investigar por conta própria.
É nesse cenário que vemos a protagonista se metendo em muitas confusões, fazendo novos amigos e, claro, nos divertindo bastante.
Como todos os livros da Meg, eu super recomendo. A história flui de uma maneira que não fica cansativa, tem sempre novos acontecimentos e a gente fica tentando adivinhar o que pode ter ocorrido junto com a Heather, fora que ainda tem aquele clima de romance que ainda não virou romance mais que pode virar num futuro e a gente fica torcendo.
E para finalizar essa resenha vou falar sobre a capa do livro, a nova é muito linda, bem rosa com verniz localizado. Não é que a antiga seja feia, mas em comparação com a nova fica meio mortinha.


Comente com o Facebook:

18 comentários:

  1. Eu já disse que amo Meg Cabot? Também adoro as resenhas da Nat hahaha então já viu né?
    Eu estou mega curiosa sobre essa série, assim que tiver dim dim compro o livro pra ler. E concordo com você, a capa antiga é bem sem graça em comparação com a nova :)
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Ahh

    eu concordo! Meu livro tb era edição antiga e eu troquei pq quero comprar todos com as novas capas!
    Eu tb acho que a historia flui mt bem, Meg é mt engraçada e esse livro tem um misterio e tal.. e não é adolescente! Amo as músicas da heather nos inicios de capitulos! Espero poder ler os outros logo!

    bjs
    Hey Evellyn!

    ResponderExcluir
  3. Ah, tb acho essa capa rosa chock muito linda! Pareceu bem engraçada a história e fiquei mais ainda interessada. Que louco esse linka linka né!
    Ótima resenha, espero ler em breve e te contar tb o que achei hehe!

    beijões,
    Aninha
    True-Insights

    ResponderExcluir
  4. É a primeira resenha que leio desse livro, não sabia nada sobre a história, e o engraçado que imaginava algo totalmente diferente, não sei exatamente o que ^^
    ... e realmente, é Meg Cabot, basta saber que ela escreveu para eu ficar com muita vontade de ler. Ah! Achei super interessante todo esse mistério oda história *.* e mudança de vida da personagem, fico pensando se um dia ela voltará a cantar o.O

    Até mais!
    :*

    ResponderExcluir
  5. Eu amo a Meg, mas, não sei porque, nunca senti vontade de ler essa série. Assim como não sinto vontade de ler Os Diários da Princesa.

    Sei lá, eu sei que Meg é Meg, e tenho certeza que não vou odiar, mas sinto também que não vou exatamente amar. Mas acho que um dia acabarei lendo, quando a pilha de livros que quero muito ler diminuir. =P

    Mas adorei a resenha, queria mesmo ler uma resenha desse livro, porque eu só conhecia a história pela sinopse.

    Beijos!
    (@likepinkandblue)

    ResponderExcluir
  6. Parabéns pela resenha Nathalia! Muito em breve pretendo ler Tamanho 42 Não é Gorda. Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Ja tinha ouvido falar no livro, mas não tinha lido algo.
    Totalmente diferente do que imaginei...
    Nossa, a Meg escreveu muuito!! oO

    A capa é bonita (amo rosa. rs)

    Gostei da resenha. Esse é um livro que quero ler.

    @sheyllamorgan

    ResponderExcluir
  8. Adoreei sua resenha! Os livros em si da Meg são maravilhosos, não tem como desapontar *-*

    xx carol

    ResponderExcluir
  9. Oie,vim conhecer seu Blog,amei e já estou super seguindo,parabêns por seu cantinho e muito sucesso aqui!

    Te convido para conhecer meu Blog e se gostar e puder seguir também,será muito bem vinda,sinta-se em casa!

    Ah,tem sorteio no Blog,participa?

    beijinhos!

    http://umamulherbemestida.blogspot.com

    ResponderExcluir
  10. Ok, eu realmente vou a falência. Isto está decretado! Eu juro que tento decidir qual livro da Meg comprar, mas poxa... TODOS são ótimos!
    Ok, confesso que fugi das resenhas desta série só para não ficar com MAIS vontade de adquiri-la, mas agora que li... EU PRECISO! hahah
    Ai Nathalia, simplesmente AMEI a tua resenha. Parabéns! Sério, me deixou com vontade de sair correndo de pijama até a livraria mais próxima... Ok, leve em consideração que são 11h da noite! :x hhahaha
    Esta capa é realmente maravilhosa e este rosa chama a atenção para o livro. :)

    Beijos,
    @umalimonada - http://samyaquino.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Ah, lendo essa resenha me deu uma saudade dos livros da Meg *-* haha. Tô em falta com a dona Cabot desde que foi lançado "Ela foi até o fim", que por sinal eu estava morrendo pra ler e ainda não li. Triste, eu sei, rs. Enfim, sua resenha tá ótima!

    Isabela

    ResponderExcluir
  12. Concordo totalmente com você, toda vez que eu vejo um livro da Meg Cabot quero comprá-lo, antes mesmo de ter lido a sinopse! Gosto tanto dessa autora que só de ver o nome dela estampado na capa do livro logo deduzo que o livro é bom.
    Até hoje não li nenhum livro dela do qual eu não tenha gostado e sempre tive vontade de ler essa série.
    Adorei a resenha e fiquei com pena da Heather, é muita coisa para uma pessoa só! Imagina ser roubada pela própria mãe? Deve ser horrível!
    Essa história deve ser bem divertida e a Heather deve ser uma protagonista muito engraçada!
    Já queria ler esse livro antes, mas agora que li sua resenha dele fiquei ainda mais ansiosa para lê-lo!
    Sobre a capa, eu até gosto da capa branca, mas essa nova capa é realmente mais bonita, além de que combina com as capas dos outros livros da série.

    @Danny_Demarchi

    ResponderExcluir
  13. Vocês sempre venerando Meg Cabot e eu aqui sem ter lido um livro sequer dela --' Mas então... esse livro é totalmente diferente do que eu imaginava que ele fosse. Melhor do que eu imaginei, até. Cara, agora quero lê-lo! Senti falta das casinhas >__<'
    - Luiz Felipe Matos

    ResponderExcluir
  14. oown esse livro é ótimo ! um dos melhores da meg ! Li recentemente e me apaixonei, é mto engraçado e a capa é mto fofa ! *------* só é chato ela ficar repetindo Conjunto Residencial .. e bla bla bla, mas tirando isso ele livro é um dos melhores da meg, louca pra ler Tamanho 44 também não é gorda !
    Beijos

    ResponderExcluir
  15. Escuto muito dessa série e sou super curiosa *__*
    Já esta na minha lista para comprinhas rsrsrs Adorei a resenha meninas *-* super fofa e essa capa tambem é tudo 0.0

    @anasofiachang

    ResponderExcluir
  16. Adorei a resenha, já tinha na minha estante do Skoob e agora vou providenciar o mais rápido que puder.

    ResponderExcluir
  17. Gostei da resenha e estou curiosa para saber como Heather consegue desvendar esse mistério e como é a investigação particular dela(que parece ser hilária).

    Fabianne

    ResponderExcluir
  18. Todos falam tão bem da meg que estou ansiosa para ler os livros dela!
    Como eu disse em outro comentario, vou começar a ler a mediadora e depois sigo com outros livros da autora :]
    Tamanho 42 não é gorda :3

    Adorei a resenha
    abraços

    ResponderExcluir