Escrever Ficção – Luiz Antônio de Assis Brasil


Sempre tive vontade de participar de uma oficina de Escrita Criativa, porém por motivos como falta de tempo, dinheiro, disponibilidade, etc., nunca consegui ter essa oportunidade. Quando vi que esse título estava sendo lançado pela Companhia das Letras, percebi que era uma oportunidade de aprender mais sobre o assunto com um autor que tem 34 anos de experiência na área. Sendo assim, sabia que precisava lê-lo quanto antes.
Luiz Antônio traz inúmeras dúvidas apresentadas por seus alunos e discute com a gente argumentos interessantes para explicar e sanar essas questões. Nos ajuda em vários conceitos, auxilia com conselhos e técnicas utilizadas por ele e sempre aborda que não existem regras na literatura.
É um ótimo volume para autores iniciantes que querem começar na arte da escrita e precisam de ajuda para alcançar seus objetivos e para aqueles que querem se aprofundar no assunto. O autor traz trechos de livros como exemplo e em seguida os destrincha para entendermos melhor suas explicações.
O exemplar é dividido em 9 capítulos e aborda temas como a concepção dos personagens, conflito da narrativa, enredo e estrutura, espaço e tempo, focalização e estilo da escrita. No último temos um reforço das ideias apresentadas durante a leitura, já que apresenta o roteiro para escrita de um romance linear, uma espécie de guia para criar uma obra de ficção.




Gostei muito dessa leitura. Foi incrível conhecer mais o autor, que já escreveu mais de 20 livros, e saber suas opiniões a respeito da Escrita Criativa. Acredito que esse título possa auxiliar as pessoas que se interessem pelo assunto, fora que ele também já ajudou vários autores brasileiros.
Indico esse Manual de Criação Literária para todos, principalmente para quem tem o desejo de escrever um dia, pois com certeza vai ajudar muito. E, caso você não deseje escrever, esse exemplar te ajuda a ser um leitor melhor, pois vai passar a entender muitos fatos narrados pelo autor e todo o trabalho do escritor para fazer uma boa obra.

Avaliação





Comente com o Facebook:

Nenhum comentário:

Postar um comentário