Escolhida ao Anoitecer – Acampamento Shadow Falls #05 – C. C. Hunter

Escolhida ao Anoitecer é o quinto e último livro da série Acampamento Shadow Falls. Os outros livros, na ordem correta são: Nascida à Meia-Noite, Desperta ao Amanhecer, Levada ao Entardecer e Sussurros ao Luar, todos resenhados no blog (clique nos títulos para conferir as resenhas), além de dois contos narrados por Della, Turned at Dark (#0.5) e Saved at Sunrise (#4.5), que não foram traduzidos para o português. Quem ainda não leu nenhum livro da série pode ler a resenha abaixo porque não há qualquer tipo de spoiler, nem desse, nem de nenhum dos quatro volumes anteriores.
Chegando à conclusão da saga de Kylie Galen, vamos acompanhar essa jovem que descobriu que não era uma adolescente normal há não muito tempo, e logo em seguida conheceu diversos outros seres sobrenaturais das mais variadas “espécies”, que agora já são considerados sua família e ela não poderia viver sem nenhum deles.
Kylie não tinha certeza de que tipo de sobrenatural ela era e, quando descobriu, foi uma grande surpresa, já que ela não sabia o que isso significaria para sua vida. Ainda agora ela não sabe quais são todos os seus poderes e nem aprendeu a utilizá-los tão bem assim (alguns nem um pouquinho), mas isso não vai impedi-la de correr atrás de respostas, custe o que custar.
O poderoso inimigo de nossa protagonista está atrás dela e agora parece ter mais certeza do que nunca de que vai conseguir matá-la. Só há uma única maneira de ela sair viva dessa história toda: assumir seus poderes e sua vocação e aprender a lutar enquanto espera o confronto final para, enfim, derrotá-lo. Para isso, ela vai contar com a ajuda de seu mais novo fantasma, e de todos os seus amigos do acampamento, principalmente de um certo pretendente que tem muitas habilidades com espadas.
Mas, o mais importante de toda a sua vida durante esses meses em que está no acampamento finalmente vai ser finalizado: Kylie percebeu quem ela ama de verdade, só precisa aceitar isso primeiro para depois, enfim, ficarem juntos. Quem será o escolhido? O lobisomem Lucas, que a magoou profundamente no passado, mentindo muito para ela, ou o fae fofo e carinho que sempre se importou com ela e não tem problemas em demonstrar seus sentimentos, Derek?
Esse é um ano de término de séries literárias para mim, já que li o último volume de diversas das que eu acompanhava em 2013. Acho que, apesar de ter amado muitas séries dessas que finalizei, a que mais me marcou de todas foi Acampamento Shadow Falls. E escrevo essa resenha com um pouco de dor no coração, admito, não só porque é o adeus a esses personagens (tá, para de drama, Talitha, a autora está escrevendo outra série com os mesmo personagens, mas com outra protagonista – falo mais dela no final), mas porque o final da saga de Kylie Galen me decepcionou. É isso mesmo que vocês estão lendo. Uma série que eu amo desde o primeiro contato que tive com ela, no lançamento do primeiro livro no final de 2011, mas que não me deixou com uma sensação de feliz e realizada com o término. E, olha, isso é triste! Mas esperem, não estou dizendo que o livro em um todo é ruim, ou que outras pessoas não vão se apaixonar perdidamente pelo final escolhido por Hunter, mas, infelizmente, eu não sou uma dessas pessoas. E vocês vão entender os motivos mais abaixo, então continuem a leitura.
Como último livro de uma série, é natural que a gente espere respostas para finalizar tudo o que foi proposto até então, portanto acredito que a narrativa deva seguir um ritmo favorável para não fazer com que nada fique corrido ou muito lento para que tenhamos todas as respostas de que precisamos. Nesse caso acho que, infelizmente, a autora enrolou muito com o enredo principal, só dando ênfase à escolha de com qual dos pretendentes Kylie iria ficar no final, e isso ocorreu até mais da metade do livro, que foi quando ela deu mais atenção aos outros detalhes. Ou seja, fantasmas, vilão, tudo meio que deixado de lado até não poder mais. Além disso, demorou muito para começar algo e, quando finalmente começou, acabou.
Não vou dizer se gostei ou não da decisão de Kylie sobre com qual pretendente que ela resolveu ficar porque é óbvio que se eu falar para vocês o que achei logo vão saber quem é, afinal eu sou totalmente Team Derek desde sempre, mas já dava para imaginar quem ela iria escolher desde o volume passado por causa de uma coisa que aconteceu (eu sabia, ou seja, nenhuma surpresa!).
Outro ponto que me incomodou foi que o escolhido (quando ainda não sabia disso) de repente se torna o centro de tudo o que acontece no acampamento. Vou dar um exemplo criado por mim, ou seja, não tem nada de real nele a não ser o sentido, para vocês entenderem. De repente Kylie precisa aprender magia, então é revelado (pela primeira vez para a Kylie E para o leitor) que ele é o melhor bruxo de toda a região, coisa de família, então pode ajudá-la nessa questão. Para mim isso soou forçado para o relacionamento deles dar certo.
Ah, e o não escolhido também seguiu em frente muito rápido. Acho que faltou um pouco de finesse da autora, que construiu relacionamentos tão sólidos para destruí-los tão facilmente agora, como se não tivessem significado nada nos outros volumes. Acho que foi mais para alguns leitores não ficarem muito magoados porque o seu personagem favorito não foi escolhido.
Falei tanto assim dos pretendentes não porque gostei ou desgostei de sua decisão, apenas para mostrar o quanto isso ficou mais importante do que todo o resto nesse último volume. Ela sempre teve dúvidas, todos os volumes também se desenvolveram com suas indecisões amorosas, mas essa questão ficar acima de todo o resto, não.
Kylie acaba descobrindo novos poderes e habilidades que vão acabar ajudando-a na batalha final que se aproxima. Ela não é mais uma garota ‘normal’, ela é mais especial do que todos que já conheceu um dia. E além de Kylie de repente ser a tal, ela também tem um sexto sentido apurado, ou seja, se ela não vai com a cara de alguém não é que acerta na mosca e a pessoa não presta? Enfim, já gostei de Kylie um dia, hoje não mais, ela se tornou uma protagonista irritante, para dizer o mínimo.
Por outro lado, tirando Lucas, eu adoro todos os outros personagens. A construção deles foi sensacional, suas características foram bem desenvolvidas e exploradas, eles são maravilhosos e torci muito por todos.
Gostei de como a autora finalizou a história de Holiday e Burnett, acho os dois muito fofos, também curti como a próxima história, da Della, foi introduzida e seu relacionamento amoroso, amo o Derek, adoro Miranda, Perry, a mãe e o pai de Kylie, e Sarah, sua amiga humana, também gosto muito dos diversos outros sobrenaturais de Shadow Falls, inclusive dos novos que foram introduzidos nos últimos livros.
A narrativa é em terceira pessoa, mas com jeitinho de primeira e continua gostosa e ágil, apesar de ter focado muito na beleza de um certo alguém (os garotos que leem a série devem ficar de saco cheio nessas partes hahaha), e emocionante. Eu pelo menos tenho os mais diversos sentimentos enquanto estou lendo, fico feliz, triste, irritada, com raiva, aliviada, apaixonada, entre muitos outros.
Outra coisa que fiquei decepcionada é que há um vilão há vários livros e, finalmente, poderemos ver o que vai acontecer com ele. Tipo, essa questão rola há muito tempo e, quando há uma luta, ela é rápida e ridícula! Foi construído mais ou menos assim: Grande vilão e muito poderoso, que faz promessas de coisas muito ruins, e de repente... acabou. Sério, por que nos preparar tanto para alguma coisa que no final não vai ter tanta importância assim?
Também senti falta de um maior aprofundamento sobre a verdadeira “raça” de Kylie. Ela foi mostrada muito pouco nesse volume, e mesmo que tenha sido mais do que nos anteriores, queria que tivesse sido melhor explorada, só que mesmo depois de cinco livros isso nunca aconteceu.
A impressão que tive é que algumas coisas novas só surgiram para forçar o final a dar certo, seja no relacionamento, seja na questão da “batalha” final. Tudo foi jogado/descoberto nesse volume só para se encaixar com o que se pretendia. É como se a autora soubesse como as últimas páginas teriam que ser, mas não tivesse pensado nisso desde o começo, então só jogou oportunidades agora para tudo poder finalizar positivamente.
Resumindo, muita coisa foi deixada sem resposta. Acredito que seja por conta dos outros livros desse universo que a autora vai criar, mas não gosto disso porque não será com a mesma protagonista, então eu queria algumas das respostas a respeito de Kylie e de sua vida no final de sua saga, não para ser obrigada a ler as outras séries para saber o que vai acontecer.
A Editora Jangada está de parabéns por lançar todos os livros da série com um período de apenas seis/sete meses para o volume anterior e o mesmo tempo de diferença para o volume correspondente lá fora.
A parte gráfica está sensacional e segue o padrão dos anteriores, a Jangada sempre arrasa nesse quesito. Amo essa capa, que tem aquele efeito metálico meio fosco dessa vez no tom de rosa, é linda e a ideia é muito parecida com a original (o que eu acho super carinhoso da editora), inclusive tem uma cena do livro que parece com ela. A diagramação é simples e a fonte e o espaçamento estão super confortáveis para a leitura, além de contar com páginas amarelas.
Como citei anteriormente, a autora está escrevendo uma nova série dentro desse mesmo universo, ou seja, uma spin-off, onde poderemos continuar acompanhando os personagens de Shadow Falls, mas dessa vez sob o ponto de vista de Della (igual aos contos já lançados). A série da vampirinha melhor amiga de Kylie tem que ser lida após essa porque o leitor encontrará diversos spoilers dos livros em que Kylie é a protagonista. O primeiro livro se chama Reborn (capa original horrível abaixo) e a série é Shadow Falls: After Dark, mas só será lançado em maio do próximo ano lá fora. Ainda não sei se a Jangada irá publicá-la por aqui também, mas quando tiver notícias aviso a vocês. E para quem está curioso, sim, eu vou querer acompanhar essa nova série, principalmente porque gosto muito da escrita da autora e da sua forma de narrativa.
Mesmo com esse final eu indico essa série porque fui totalmente apaixonada pelos três primeiros volumes e gostei muito quarto. Fiquei triste porque o último livro ficou muito abaixo das minhas expectativas, mas não me arrependo nem um pouco de ter lido os livros anteriores porque eles me fizeram bem felizes no momento em que os lia, e também sei que há leitores que vão adorar tudo.



Avaliação



>> Esse post está participando do Top Comentaristas Nº 19 - FORMULÁRIO 



Comente com o Facebook:

11 comentários:

  1. Ha.... Não acredito que o último livro é ruinzinho.... tbm me apaixonei por esta série, estou no 4º livro, espero começar a lê-lo em breve e estou super curiosa qto a este último. Tomara que Kylie não escolha o Lucas, senão vou surtar! kkkkkkk

    Adorei sua resenha, bem sincera, espero que eu goste do último volume...
    Tbm vou querer acompanhar a série da Della, adoro ela, tipo, perfeita mesmo! rsrsrsrsrrsrs

    bjo bjo^^

    ResponderExcluir
  2. Eu morro de vontade de ler essa série!!
    Mas eu acho os livros bem carinhos estou esperando uma promo bem legal deles!! *-*
    As capas são maravilhosas e acho que vou amar a historia em si!!
    Adorei a resenha!!
    Bjus

    ResponderExcluir
  3. Terminei de ler o livro, e fiquei um pouco decepcionada com o final, eu esperava uma coisa mais emocionante. Eu achei que nesse último livro, a autora enrolou muito pra chegar no assunto principal, mas fora isso, o livro é simplesmente perfeito! Amei a resenha, é a melhor de todas!

    ResponderExcluir
  4. Eu adoro Acampamento Shadow Falls, estou com um pouco de receio em relação com quem a Kyle vai ficar. Tenho os quatro livros, só falta esse, mas vale super a pena a leitura! Vou sentir falta de ficar esperando o próximo livro sair :(

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei com quem vc quer que a Kylie fique, mas eu fiquei muito decepcionada com quem ela escolheu.

      Excluir
  5. Ela fica com o Derek? :\ Eu não gosto dela com ele... 1000000 vezes o Lucas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. MIL VEZES O LUCAS!!!!!!! MELHOR CASAL, COMBINA BEM MAIS DO QUE O SEM SAL DO DEREK

      Excluir
    2. MAIOR VERDADE!!! Se ela ficar com o Lucas, vou chorar arco-iris. Não gosto do Derek, se fossem amigos eu gostaria pq ele serviria mais para um melhor amigo que te entende, e não toda aquela emoção do Lucas. TEAM LUCAS!

      Excluir
  6. Não aprovei muito a escolha de Kylie em relação a Derek e Lucas, mas amei a série e já li o Turned at Dark, ansiosa para ver a continuação

    ResponderExcluir
  7. Estou decepcionada com o 5 livro com a escolha de kylie mas a historia foi mta boa nao larguei os livros um minuto!! Amei! Bjs

    ResponderExcluir
  8. Amei o final do livro e tudo mais , concordo plenamente com a escolha de Kylie , mesmo Derek sendo perfeito da quele jeito inacreditavel , Lucas sempre fora o dono do coracao dela alem dele ser incrivelmente gostoso , charmoso e ter aqueles olhos q fariam qualquer garota derreter por ele . Não fiquei decepcionados com o final , pensem em Derek e Jenny aqueles dois sao perfeitos um pra o outro !! shipo Denny.. 😉

    ResponderExcluir